O lado cômico da maternidade

A arte de saber baixar as expectativas

17 Comentários

Num dia frio como tantos outros, ela se levantou (após outra noite de insônia), preparou o café da manhã (sem cafeína) e se sentou com seu filho de 3 anos. Falaram sobre o Natal, a visita do Papai Noel, a chegada da vovó dali uma semana e sobre como caminhões de bombeiro são legais. Vez ou outra, ela brincava discretamente com os chutinhos que vinham de dentro de sua barriga.

Então, pensou no marido que viajava (e que finalmente chegaria naquele dia), na loucura que seria o próximo ano com duas crianças, nos seus planos futuros e por fim, porque diabos chovia tanto lá fora. Tomou um pouco de chá e não conseguiu evitar uma careta – outra vez tinha esquecido o saquinho lá dentro e o gosto ficou amargo demais. O filho riu, ela pegou o açúcar.

De repente, como num impulso, ela se levantou, pegou lápis e papel e resolveu começar a enumerar seus projetos pro próximo ano.

*

- Pintar o cabelo

- Comer menos açúcar

- Usar o ipad novo pra escrever mais no blog

- Escrever e ilustrar a história infantil que tem na sua cabeça há anos

- Terminar os dois livros que ela já está ilustrando

- Comprar uma bicicleta (e usá-la)

- Fazer yoga

- Desfraldar o primogênito

- Tirá-lo da cama do casal (sim, ele havia saído, mas voltou)

*

Afixou a lista na porta da geladeira com um ímã do Buzz Lightyear, olhou pro relógio e lembrou que já era quase hora de levar o filho pra natação. Enquanto subia pra trocar de roupa, lembrou do berço que estava por montar e da mala que o marido trouxe do Brasil lotada de roupinhas fofas de bebê, e sentiu um rompante pra começar a arrumar tudo naquele minuto. Pausa para comentário. Não, não era o nesting* começando, isso é coisa dela mesmo.  Termina pausa.

Mas pensando que tinha muito trabalho pra fazer naquele dia, resolveu não desvirtuar e sim, respirar fundo e lutar fortemente contra todas suas células arrumadeiras. Cada coisa no seu tempo: no outro dia cedo (sábado) seu marido poderia montar o berço, ela lavaria todas as roupinhas e sem pressa poderia organizar tudo em seu lugar (ou seja, na única gaveta disponível à Lily até o momento – a do berço). Ela então ficou feliz pela dádiva de conseguir pensar racionalmente e com parcimônia, mesmo em momentos de rompante (qualquer grávida sabe que isso não é fácil) e assim não acumular mais uma culpa materna por não levar o filho na natação.

* * *

No dia seguinte ela é a primeira a se levantar. Entusiasmada, vai tomar café. Volta pro quarto, marido dormindo. Então coloca as roupinhas pra lavar.  Volta, marido dormindo. Decide que é melhor tomar um banho. Sai, marido dormindo. Tropeça na cama, ele acorda.

- Oh, que bom que você acordou, amor! Bom dia!!!

Ele volta a dormir.

Uma hora depois, lutando contra a dádiva da tranquilidade que ameaçava ir pro espaço, ela o observa se levantando lentamente sem acreditar como pode uma criatura ter tão pouca pressa pra montar um berço. Algo tão legal de se fazer! Ele então escova os dentes devagar, toma banho sem pressa alguma, toma café com movimentos quase estacionários, pra finalmente… se sentar pra checar os emails.

- E o berço? – solta ela abruptamente.

- Que que tem? Você quer mesmo montar hoje? Mas falta tanto tempo ainda… tem mais de um mês pra gente fazer isso…

- Eu sei, mas é que eu já queria começar a organizar as roupinhas dela… tá tudo dentro da mala ainda… Sem falar que vai ser bom pro Nic, pois vai ficar tudo mais real com o berço ali… não acha?

- É…

E montou o berço.

* * *

Ela finalmente conseguiu passar a tarde arrumando tudo com carinho, namorando cada detalhe das roupinhas e tentando se decidir qual lençol colocar no berço – o de joaninhas ou o de ursinhos – quando de repente ela escuta:

- Mamãe, quero deitar aí.

- O que, Nic? Nesse berço? Mas é da sua irmãzinha, meu bem… lembra que você dorme com a mamãe e o pap… – E só então a ficha dela caiu. – Tá bom! Pode deitar aqui sim!

E desde então Nic não dorme mais com eles.

Não foi bem como ela esperava, mas naquele dia ela riscou feliz o primeiro ítem da sua lista. E depois saiu pra comprar um moisés pra bebê que vai nascer.

(Ela: desencanada é apelido. Sim, essas fotos são recentes. Sim, o buraquinho encima do umbigo era de um piercing. Sim, ela estava com sono quando tirou as fotos.)

_____________________

*Nesting é aquele instinto arrumador que acomete todas as grávidas quando a cria está por nascer.

About these ads

17 thoughts on “A arte de saber baixar as expectativas

  1. Descabelada ou não, sempre linda Lu!!! Meu marido diz que fico melhor descabelada hahaha (será um elogio ou um insulto???!!!). E o piercing….também tenho um desses…se tivesse escutada a minha mãe não teria o buraquinho aqui!! (mas filho sempre contraria não é mesmo???!)
    Adorei o texto! E faz o livro pra crianças vai! EU VOU COMPRAR!!!
    Bjoooooo

    • Hahahaha, Laiz! Eu escrevi desencanada, mas vc leu descabelada e eu te dou TODA a razão! Eu estava realmente descabeladona nessas fotos! hahaha E eu, só não escutei minha mãe por causa do piercing porque não dei chance pra isso – fui lá e pus sem contar. Mas realmente, filho contraria tudo! :D

      Beijos e obrigada! :D

  2. Amei, amei! As fotos estão lindas! Nada como aprender a ver o lado bom das coisas, né? rsrsrs
    Por aqui o instinto arrumador já bateu, quero me ausentar logo do trabalho e poder ficar meus último dias em casa, arrumando, namorando e estando mais perto da primogênita. Dia 21/12 é meu último dia…
    Beijos,
    Nine

  3. Eu só tenho uma pergunta: mas onde está escondida a super capa de Mulher Maravilha?!
    É isso mesmo querida, temos tantos planos, expectativas, coisas para fazer, sós ou em família…e no entanto, “a arte de saber baixar as expectativas”. Durante um tempo, a vida desorganiza, os planos vão pro espaço porque as prioridades são outras. Mas aos poucos a poeira baixa e (quase) tudo volta ao normal!
    As fotos estão lindas (e nem carece pintar o cabelo!) :)
    Bjkas
    @viagempimpolhos

  4. Li do céu, será que o seu marido é parente do meu ou os homens são todos iguais mesmo? háháháháháhá. A gente sempre com 1000 coisas na cabeça e eles lá, sossegados (movimentos estacionários foi a definição p e r f e i t a !). Mto legal post, adorei!!

    Ah, vc está linda grávida, e só pinta o cabelo se quiser mesmo pq tá mto bom assim!!

    Bjos :*

  5. Que post legal, muito gostoso de se ler!!!! Massa mesmo, Lu!!!!
    Primeiro: realmente, os movimentos estacionários são de enlouquecer e eu já estava ficando maluca com o seu marido!!!! Ainde bem que ele foi montar o berço!!! hahahahahaha =)

    Segundo: sua barriga está uma graça, vc está muito bonita, apesar da cara de sono, que denuncia sim. Mas a cara de qlq grávida é essa, eu me lembro bem. Se não fosse sono, seria cansaço, estress, mau humor… então de sono está óteeeeema! =) Linda!

    Terceiro: êêêêê!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! nic no bercinho!!!! hahahahahaha muito bom o insight dele!!!! Muito bom!!!! Adorei!!!!!!!!

    Beijos grandes!!

  6. Dani, eu no fundo acho que minha cara é sempre de sono! hahaha Mas nessas aí me superei… ainda mais com aquele solzinho batendo na minha cara… :D

    Nine, seu dia tá chegando amiga! Vamos aproveitar e botar tudo em ordem! Adoro isso! hahaha

    Beijos pra todas vocês!

  7. suspiro… amei o texto, amei as fotos! até fiquei mais calma…

  8. Amei o texto!! E pra variar tenho vários comentários, rs!!
    Primeiro: ainda não fiz minha lista pro ano que vem, mas tb pretendo diminuir o açúcar. Será que conseguimos? E ilustrando livros Lu, que demais! Escreve sim a história infantil!
    Segundo: por que os homens demoram taaaanto a fazer essas coisas tão legais né?!!
    Terceiro: uhu, sucesso em tirar o Nic da sua cama! Deixa ele no berço então, uma coisa de cada vez!
    Last but not least: AMEI a foto de vcs 2 mostrando as barrigas!
    bjao

  9. Ai Lu, que lindo… Que tudo lindo! E ele agora dorme no berço é?
    Acho que a segunda experiência deve ser mesmo muito diferente.

    Esse barrigão, esse sorriso e essa serenidade são contagiantes!

    beijos em vocês!

  10. Amei o post, Lu!

    Não sei se vc sabe, mas vc e a minha idola no aspecto de conciliar trabalho_filho_casa e todo lo demas…

    também fiz minha listinha de resoluções pro ano que vem, e conseguir me organizar melhor, esta no topo da lista.

    Tenho certeza que no ano que vem vc vai conseguir realizar todos esses projetos… E muito mais!!!

    Um beijo grande

  11. Lindo post, Lu!

    As fotos estão lindas!

    Beijo grande

  12. o meu filho eh um pouco mais velho que o seu, e ainda ta de fraldas. Em casa, tem dia que ele fica de cueca, nao tem acidentes de xixi, mas so deixo ficar de cueca depois de ter feito coco. E coloco de novo antes de ele fazer o proximo coco. Nada de sujeira, nada de cuecas borradas. Acredito em um desfralde LIMPO. Vou divulgar essa ideia! E a minha situacao aqui t’a pior que a sua, porque eu ja tenho mais uma na fralda, e estou com 10 semanas de gravidez. Talvez eu tenha tres na fralda, se eu nao conseguir desfraldar nenhum dos outros dois antes de julho. Mas nao estou tao preocupada nao. prefiro tres na fralda do que cocos pela casa, xixi pelo sofa… ninguem merece. O que eu nao quero ‘e um desfraUde, como voce disse no outro post (aquele do universo).

    • Oi mari! Tiro o chapéu pra vc, viu? 3 bumbuns pra trocar não vai ser mole, ainda mais q sabemos que maternidade não é só isso. Mas gostei da sua idéia de desfralde limpo. Meu único problema aqui é que Nic anda fazendo cocô em prestações, então nem isso consigo fazer!… :)

      Grande beijo e boa sorte!

  13. Pingback: O Papai Noel e a vovó « Nicolando por aí

  14. Pingback: Tá sentada? Ele des-fral-dou!!! « Nicolando por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 533 outros seguidores