O lado cômico da maternidade

a cria, a babysitter e uma mãe de peruca

32 Comentários

Tá vendo só, é isso que acontece. A pessoa some, fica séculos sem dar as caras, e aí? Se acumula de gostosura da cria pra postar, de coisas pra contar e como vocês comprovarão logo, principalmente de MUITA bobeira pra extravasar!

Mas primeiro, deixa eu fazer um resumão… onde foi que eu parei mesmo? Ah sim, quando as visitas foram embora. Então, gente, fácil não. Pensa comigo: se a pessoa sempre teve dois braços, ela passa um aperto monstro, mas como não sabe o que é ter mais braços, segue a vida normal. Agora, se a mesma pessoa, de repente fica com 4 (ou até 6) braços por MESES e de repente volta a ter dois, é no mínimo traumatizante, concorda?

Então. Ainda tô me recuperando. Mas vamo lá.

 

 

Durante esse tempo, Liloca fez 7 meses, aprendeu a bater palmas (fofa fofa!), dá tchau quando quer (e eventualmente mistura com bateção de palmas), senta sem apoio, come com uma-boca-boa-que-só-vendo, MAS continua bebê dependente de colo. Vai gostar, viu? Tirando o milagre de que outro dia ela dormiu 1 hora na cama pela tarde, a maior parte do tempo é só no colo. Nossa simbiose é tão grande, que chego a sentir como se eu ainda estivesse grávida dela, só que com uma barriga gigantesca e itinerante, que ora tá na frente, ora tá nas costas. Uma loucura isso.

(barriga nas costas – aí, nota-se que a mãe canguru dá seus pulos e ainda trabalha)

Já Nic, tem vivido alguns momentos BEM difíceis e complicados de se lidar. Tô crendo que a fase tá passando (dedos das mãos e pés cruzados) e vou contar tudo com mais detalhes no próximo post. O bom é que a natureza dele é boa, então as crises sempre se intercalam a boas risadas.

 

 

E olha aí ele depois de colher o primeiro tomatinho no nosso quintal! Agora, me pergunta: ele comeu??? Deixo a resposta pra vocês advinharem.

* * *

Pois ontem, estas duas crianças bonitas tiveram sua primeira experiência com uma babysitter. É que finalmente chegou a hora dos seus pais fazerem uns programinhas de adulto, né? Como fãs de carteirinha que somos, fomos assistir ao stand up do Jerry Seinfeld. Gente, que sensacional! Foi tão bom que eu até consegui esquecer que a Lily ficou chorando no colo da babysitter quando a gente saiu. E olha que eu dei peito, fiz ela dormir e tudo, mas não adiantou. Logo depois que a gente arrancou com o carro ela acordou e abriu a boca a chorar. Não foi fácil seguir em frente, mas foi melhor, pois no final das contas, apesar dela ter chorado por mais um tempo, dormiu, jantou bem e a gente pode aproveitar um pouco.

Mas o que partiu meu coração mesmo, foi a reação dela ao me ver de volta. Ao invés de rir, explodiu foi num choro super sentido, como quem diz “como você teve coragem de me abandonar assim, minha companheira simbiótica?”. Mas bastou um minuto pra ela ficar MEGA feliz. Aliás, ficou doidona: não sabia se ria, se dava gritinhos, batia palmas, tchau, balançava as perninhas… Ela ficou elétrica e puro sorrisos! Bonitinha. :)

* * *

Bom, agora chega de papo furado. O video abaixo surgiu da necessidade de postar uns videos que estavam aqui mofando, além de uma vontade INCONTROLÁVEL minha de usar peruca! Gente, me siento otra persona! Ele foi feito por pura diversão e falta de senso de ridículo, então não reparem nas cenas descontínuas, pois foi tudo gravado aos poucos, quando dava – em dias, horários e humor diferentes.

E claro que tinha que ter uma participação especial, né? A Cíntia, além de inteligente, engraçada e linda, tem obviamente um parafuso a menos por ter topado participar disso aí. E ainda me ajudou com várias ideias! Adorei a parceria, fia!

Ó, cuidado com o volume, tá? Ele às vezes fica um pouco mais alto. Mas o bom é que o resultado ficou tão sério e classudo, que se te pegarem assistindo no trabalho, você diz que está se informando, assistindo um noticiário.

Bora assistir?

 

About these ads

32 thoughts on “a cria, a babysitter e uma mãe de peruca

  1. Lu Sua Doida! Adorei brincar de vídeo com vocÊ! hahahhaha…. Beijo

  2. sua ótima!!!!!

    sou tua fã.

    bjo

  3. SENSACIONAL! É daqui para o Fox News,hahahaha!!!! Lú vc realmente é otima! É as crianças não aguento com as fofurices desses 3.
    um beijoca bem grande

    • Hahahahaha! Será que eu se eu for trabalhar na Fox News eles me deixam usar perucas também? E será que posso levar Daphne e Suéllen? Hahahaha

      Beijos e obrigada!

  4. Seria ótimo esta programação na tv aberta…kkkk
    Ficou massa!

  5. Mostrei para meu marido… e ele riu da gente! :D Beijo

    • Haha! Aqui em casa virou hit! O Rafa e o Nic já viram varias vezes, a medida que eu ia fazendo. A principio Nic nao sabia que a de peruca vermelha era eu, acredita? Hahahah E a Lily, coitada, chorou mega quando veio pro meu colo quando eu estava loira.

      Mas já se acostumaram, já usaram minhas perucas também, e todo mundo tem se divertido! :)

  6. Hahaha muito engraçado, adorei seu bom humor! Agora falando sério, no próximo JM vc conta o segredo de como arranjou tempo para fazer o video. Sinceramente estou precisando arrumar uma forma do meu dia ter mais de 24hs ou vou surtar :-)

    • Nem eu sei como consegui! hahahaha! Só sei que aproveitei bem o ultimo final de semana prolongado que teve no Canadá, marido saiu muito com a cria e daí, fiz. Há muito tempo queria fazer algo assim, bem bobo mesmo, e pra descansar minha mente não teve coisa melhor!!! :D

      Sem falar que agora fica um registro bem palpável pros meus filhos terem certeza: sim, minha mãe sempre foi louca. hahahaha

      Beijos!

    • Verdade! Eu também quero o segredo do tempo livre!!! Lu, adorei!!! Morri de rir aqui! Bjs!

      • Ana, fiz o vídeo ao longo desse tempo todo que nao escrevo um post decente. Pior que tanto tempo sem escrever me faz entrar numa inércia difícil de sair. E no final das contas fica mais facil dizer: vou dar uma paradinha aqui pra colocar uma peruca e gravar uma fala, que vou sentar, me concentrar e escrever. Mas to tentando retomar. Beijos!

  7. Lu adoro tua criatividade! E que LOUCURA O arremesso de Nic! uou
    A Lily ta muitO linda!
    beijo

  8. Hahahah, que doida!! muito bom, ri muito…e muita coisa certa!!!! a note ‘e para descansar nao brincar batendo bola depois da janta…haha, mas papis sao assim…Ahh mas Sofia ta nessa etapa mesmo (TTWO), agora grita com uma voz de ultratumba quando nao quer algo: Naaaoorrrrrrrrrgggg. Beijos!

  9. Lu, acho que vc ainda nao descobriu o que queria ser qdo crescesse! Vc é multifacetária…. O video está hilário!!!! Bjus

  10. Queridona!!!! Gente! quequeéisssooooooo arrasou! ri muito!

    saudades de vocês! teus filhotes tão lindos!

    beijão

  11. Lu de Deus!!!!

    Não sei nem por onde começo!!!

    Acho que vou falar que quando eu acho que vc já fez de tudo, lá vem vc com mais uma! Hahahaha

    Fiquei tão feliz de ver o tomate maduro!! E só se o Nic que eu conheci foi abduzido é que ele comeu esse tomate… Quem sabe?

    Eu adooorei o vídeo!!!

    Que bom que vc decidiu compartilhar com o mundo o que eu presencio desde que me entendo por gente: MUITA LOUCURA!!!!! hahahaha

    Ah! Manda um beijo pra Guma! Saudade dela!

    Hilário!!!!!!

  12. Que ótimo!!!!! Achei seu jornal super original……
    Beijos….

  13. Lú, só para informar, eles crescem e continuam se jogando e lutando na nossa cama. Tudo com a cumplicidade de um pai moleque. O daqui de casa já tem 14 anos e não perdeu o adorável hábito. Beijos.

  14. Vocês são tudo louca… Kkkk
    Eu também preciso extravasar minhas “bobiça” acumulada, por isso me sinto tão bem trabalhando com criança pequena…. Kkk
    Comentei lá no blog da Cintia tb.
    Beijo!
    Tô passada com o tamanho da Lily (escrevi o nome dela errado lá, desculpe),
    Bia.

  15. Morro com você, Lú!! hahahahahaa…morri sua doida!! Adorei!!!
    hahahaa
    beijão

  16. Lu, que demais!! Adorei hahahah!! Morri com a Lilly comendo, que coisa foooofa!! Ela é a baby mais linda que “conheço”, já te falei né. A perfeita Branca de Neve com esse zoião, a pele alva e essa cabeleira!!
    E ó, os pais são todos iguais. To-dos têm essa mania de brincadeiras agitadas na hora de dormir. Será defeito do DNA masculino??
    bjos!

  17. Lu, vocês são I.M.P.A.G.Á.V.E.I.S!!!!!! Quase tive um colapso de tanto rir com esse post! Aliás, estou com as articulações da boca doendo até agora!!! uuuiii!

    Beijos.

  18. Lu, não sei do que gostei mais…FANTÁSTICO. Tão bão ver alguém que põe em práticas as ideias malucas que muitas de nós temos. bjos na lora.

  19. Filhinha querida atualmente canadense,

    Se opinião de mãe vale, quero te dizer que apreciei a bela reportagem.

    Achei muito criativa! Versátil! Por que não dizer, fenomenal!

    Claro que tem muito de mim, não é? Ou não faria tanto sucesso! hahaha

    Amei as perucas. Principalmente a ruiva. Pensei até em mudar a cor das minhas madeixas.

    No mais, todas as personagens foram ótimas.

    Saudades mil de todos.

    Beijos

    Mamis – vóvis – sógris

  20. Queridices, obrigada pelos comentários fofos, incluindo aqueles que me chamam descaradamente de louca varrida. :D

    Mamãe querida, tive a quem puxar, hein? Depois te mando a peruca ruiva, vc vai ficar liiiiiinda!

    Beijos pra todo mundo!

  21. Arrasou Lu, esperando as proximas edicoes, beijo grande.

  22. Sensacional Luciana, estou rolando de rir! Aqui em casa faço uma brincadeira parecida com o Davi na cama: dono da porta. Ele quer sair do quarto mas quando chega perto da porta eu levanto ele e jogo na cama de volta. O método do xará é mais eficiente com esse bate-volta. O “dono da porta” logo fica com as costas cansadas… Beijos, Rafael.

  23. Eu fico tipo mesozoico inteiro sem aparecer e quando venho ao blog vejo essa explosão de fofura, bom humor e alegria! Adoro! Muito bom o jornal maternal, eu não sou mãe (ainda), mas lembrei da minha irmã mais nova quando bebê, com uns 10 meses ela entendia que não podia sair do tapete, e o que fazia? Arremessava a chupeta o mais longe que podia SÓ PRA TER DESCULPA PRA IR BUSCAR! Ia engatinhando na velocidade da luz e deu seus primeiros passos nessa falcatrua! E o desespero pra ela não colocar a chupeta na boca antes da gente lavar? Mas aí ela cresceu e eu tirei a chupeta (ela com 3 anos) de uma forma criativa, contei pra ela que a lagartixa grande que estava no muro andava desesperada pq o neném dela -lagartixa menor tomando sol- não tinha uma chupeta e não dormia a noite, tadinha da dona lagartixa…ela ficou com dó do neném lagartixa e jogou a chupeta pra ele!!!! Nunca mais pediu e sempre que via uma lagartixa apontava dizendo: neném atixa, dei “bubu”. *-* Já tentei essa com outras crianças mas não funcionou, infelizmente, mas sempre indico, vai que cola de novo! hahaha

  24. Pingback: sobre estereótipos, a cuca, uma mãe e o daddy’s boy « Nicolando por aí

  25. Oi Lú, engraçadíssimo seu blog! Você tem muito talento! Não sabia que você sabia fazer isso tudo! Esse JM é de rachar! Obrigado pelas risadas. Acho que você vai acabar sendo descoberta por alguma por algum canal de TV e ganhar muito dinheiro com a venda dos direitos autorais. Sucesso e tudo de bom para vocês. Até qualquer dia desses!

  26. Pingback: Vi monstro, escrevi livro, virei travesseiro, mas queria mesmo era ser o Mussum |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 529 outros seguidores