O lado cômico da maternidade


118 Comentários

Um carro, duas crianças e um sorteio

Eu não sei como é aí, mas aqui não tem nenhum passeio de carro que salva mais.

Todos começam assim: enganadores. Um exemplo de comportamento infantil e curiosidade acerca do mundo e livros que os cercam. Orgulho me define.

passeio de carro com crianças 1

Até que ELE chega. O Espírito de Porco.

Nossa, tá pra existir criatura mais traiçoeira e ardilosa que essa, viu? Porque o velhaco começa assim, sugestionando com simpatia e risinhos, que a irmã tire os sapatos, a touca, e todo e qualquer enfeite ou adereço que lhe complemente o visual feminino.

Funciona toda vez.

Na sequencia, ele inicia a tortura psicológica. Sabe aquela coisa irritante de fazer que quaaaaaaase encosta no braço dela mas não encosta? Ou na cadeira? Ou na boneca? Então. Adorável.

Daí, a irmã, que é toda não-me-toques-e-sai-com-esse-dedo-pra-lá, claro que se descabela inteira com uma bobeira dessas. Tinha, né? Porque pra cada criatura incomodenta, há que haver uma incomodada. Lei da natureza.

Assim, todo o resto do passeio é isso aí, colegas.

passeio de carro com crianças 2

Um júbilo!

E não adianta pedir pra parar, conversar, ameaçar, nada. Quando o espíritodeporquice chega, ele se instala.

Até claro, os últimos 5 minutos que precedem a chegada de onde é que seja que estamos indo. Daí a criatura zombeteira vai embora, o menino emburra e a menina dorme.

Falha nunca.
passeio de carro com crianças 3

E os pais? Ora, enquanto o pau quebra lá atrás, claro que o mesmo acontece na frente  os pais  aproveitam pra sorrateiramente abaixar o volume daquele CD infantil que eles não aguentavam mais escutar! Afinal, pra um casal que essa semana completa 9 anos de casados, só de poder fazer um passeio sem ouvir a dona aranha subindo pela parede pela 678a vez, já é mais que lucro!

—————————

E HOJE TEM SORTEIO GENTE!

sorteio_ilustracoes_lalelilolustudios

As ilustrações foram desenhadas e gentilmente doadas por aquela ilustradora podre de famosa da Lalelilolu Studios, sabe? Então! Ela falou que pra participar do sorteio, basta dar uma olhada numa das lojas dela (a Etsy ou a tupiniquim) e contar nos comentários quais são as duas ilustrações que você mais gosta. Ela também acrescentou que:

1. Vale pra qualquer lugar do planeta (Terra, né gente, por favor!)

2. Se curtir a página dela no Face, ganha mais uma entrada. Daí é só deixar outro comentário pra falar que curtiu.

3. Se curtir a minha página no Face, ganha mais uma (olha que fofa!).

4. Se você clicou em Odeio esse blog!!! lá encima no menu já foi eliminado. :)

5. O sorteio acontece na próxima sexta, dia 28 de Fevereiro, 20 horas (horário de Brasília).

PS: Só vale ilustrações tamanho 21.6 x 27.9 cm (infelizmente os Posteres do Alfabeto de Animais não entram no sorteio)

É isso! E boa sorte, queridos leitores!

—————————

SORTEIO ENCERRADO!

Foram 172 entradas válidas e o número sorteado pelo Random.gov foi o 145!

sorteio_resultado

PS: Se você participou do sorteio, não ganhou, mas queria muito uma ilustração, a tal ilustradora está dando 20% de desconto até o final de abril de 2014. Basta entrar com o código “GIVEAWAY”na hora da compra (em qualquer uma das duas lojas) . Mas só vale pra quem participou, ta?


10 Comentários

Sorteio e carrinho de papelão

Cheguei a comentar aqui que a Mari, do Diário de Bordo,  está fazendo um sorteio de uma ilustração feita por mim do jeito que você quiser? Não? Que cabeça a minha…

Mas é isso mesmo. Vai lá no blog dela, leia as intruções e participa também! E só até dia 11, viu?

::::

E como o carrinho de papelão que eu mostrei no último post fez um super sucesso, vou contar como eu fiz. Acontece que outro dia entramos numa loja de brinquedos e eu encontrei estas pecinhas de plástico (dobradiças, parafusos, furador, etc) pra ajudar a fazer brinquedos a partir de materiais recicláveis que você tenha em casa. As pecinhas são bem simples, não têm nada demais e fico imaginando que deve funcionar também com pedacinhos de arame (daqueles que vem fechando embalagens de plástico, sabe?).

Bom, pra quem tem interesse, a marca é Makedo e é australiana. Parece que não vendem no Brasil ainda, mas o site é esse aqui.


13 Comentários

Sorteio alternativo de natal: caça às renas

Que tal a gente fingir que não tem mais nada pra fazer na vida e brincar pra ganhar presente? Então bem vindo à caça às renas! :-)

COMO É A BRINCADEIRA:

Eu fiz o GRANDE favor de esconder estas quatro pequenas renas mais a árvore de natal em cinco diferentes posts deste blog nicolento.

Pra ganhar, você só tem que encontrá-los (só??? yeah, all right) e me dizer em que posts estão.

Está valendo um chinelo exclusivo da Decoupatti pra quem me der a resposta correta primeiro e uma garrafinha do legítimo maple syrup canadense pra quem chegar em segundo, também com a resposta correta.

E aí, se interessou?

REGRAS:

1. Ao encontrar as quatro renas e a árvore de natal, anote o nome dos posts onde elas estão e envie pro meu email: nicolandoporai@gmail.com

2. Depois deixe um comentário com seu email nesse post, mas sem as respostas (pra ninguém copiar, né? rsrs)

3. Valendo pra pessoas de qualquer lugar do mundo

DICAS:

- Parece difícil, mas não é tanto, viu? E pra não sacanear muito, já que são 177 posts neste blog, coloquei todas as renas somente em posts de 2010. Viu como eu sou legal?

- Já a árvore não, está num post de 2009, mas com um pouco de intuição você vai encontrá-la facilmente, já que o post tem TUDO a ver com a época natalina… (ai, ai, mais que isso e eu entrego o nome do post!)

- Use e abuse dos links de posts da barra lateral, do arquivo do blog, do Google Reader e da ferramenta de busca (caso sua intuição aflore!).

MAIS SOBRE OS PRÊMIOS:

Primeiro prêmio: Minha irmã vai fazer a decoupage em um chinelo com o padrão e o tamanho da sua escolha e mandar pra sua casa ainda antes do natal. Pra conhecer mais do trabalho dela, por favor, visite o blog Decoupatti ou clique na imagem abaixo.

Segundo prêmio: O Maple Syrup é um dos grandes símbolos canadenses e é uma delícia!!! Eu amo e se eu pudesse, mandava uma garrafinha pra todo mundo que participar, só pra vocês provarem como é bom! Pra quem não conhece, é como um melado, só que originado da árvore Maple. É perfeito pra esta época do ano, pois pode ser usado em panquecas, wafles, milkshakes e sobre as deliciosas rabanadas (ou french toast, que eu inclusive tenho feito com bastante frequencia aqui em casa… um perigo!).

GANHADORES:

Os ganhadores serão anunciados no blog e comunicados por email tão logo haja um. rsrs E os prêmios serão enviados pros ganhadores ainda antes deste Natal – a não ser que ninguém encontre as pobres coitadas dessas renas desaparecidas até lá!

Então, VALENDO!!! E BOA SORTE!

Atualização: Gente, já temos uma ganhadora do chinelo! É a querida e rapidíssima Fabi, do Para Você Com Amor! Agora só falta mais um pra ganhar o Maple Syrup! Hurry up!!!

Opa, opa, opa! Já temos a ganhadora do syrup! Já tô te mandando um email, Jujuba! Parabéns!

Valeu pela brincadeira, pessoal!!!


22 Comentários

Falando em nomes… e o nome do ganhador?

Oi lindezas!

Então… hoje é o esperado dia do sorteio!!!

- Êeeeeeee!

Mas antes de sortear um nome… deixa eu contar umas coisas sobre nossa última viagem.

- Nããão!!! Buuu! Fora! Faz o sorteio logo!!!

Nossa, gente, calma… Olha… O problema é que eu ainda tô escrevendo os nomes nos papéizinhos…

- O quê??? Pra que isso? Vai gastar papel com sorteio?!!! Buuuu! Usa o random.org aê!!!

Errr… bom, primeiro, o papel é reciclado… E além disso, eu pensei que já que estou sorteando um presente feito à mão, que ficaria bacana fazer um sorteio mais artesanal também…

- Tá bom, vai… Mas não demora muito!

Então tá! Enquanto vou preparando tudo, deixa eu ir contando…

* * *

É que eu tava aqui lembrando, que antes da gente ir pro Brasil, sabe que pro Nic as pessoas não tinham nome? Era assim: tirando Nicus (=Nicolas, tá gente?), mami ou papi, todo mundo pra ele era neném, menino, menina, homem ou mulher. Ele saia apontando as pessoas na rua ou lugares e classificando:

- Aiá, muié, mamãe!

- Isso, muito bem, é uma mulher. Mas não aponta não, tá?

- Aiá, neném!

-  É, um neném, e dos bem bonitinhos!

- Aiá, homem, mami!

- Errr… mais ou menos Nic… Mas olha que cachorrinho fofinho aquele ali!

Daí, a gente foi pro Brasil e de repente todas as pessoas passaram a ter um nome próprio ou uma forma única de chamar. Era vovó, Marcela, Babi, Dudu, Patti, Rei (…). Ele começou até a se divertir com os nomes e substituir nas suas músicas preferidas:

Cai, cai, Fernanda

Cai, cai, Fernanda

Na rua no sabão

Não cai não

Cai arri na minha mão

E adorava ver as titias se derretendo…

* * *

- Aaahh! *suspiros* Que bonitinho… Mas e o sorteio?

Tá quase lá gente… as coisas estão avançando bem por aqui. Olha só, já escrevi o nome de todo mundo. Foram 40 participantes.


* * *

Bom, mas continuando… foi também lá no Brasil que ele percebeu que cachorro, além de ser chamado de au-au, woof-woof e doggy, também tem nome próprio. E foi onde ele se deu conta que cachorros são um dos animais que ele mais gosta na vida, independente do nome que ele tenha ou da forma que ele brinque. Foi o caso da Nina, lá na casa do Yann, que pulou com a maior vontade no peito dele. Ele caiu no chão e ainda bateu a cabeça na parede.

- Buáááá! Buáááá! – chorava ele desconsolado

- Viu? Agora chega de brincar com a Nina, vamos brincar aqui dentro com seus carrinhos – falou o papai

- Nnnnnnnnnão! (é, porque agora ele aprendeu esse NÃO comprido cheio de Ns). Qué mais brincar Nina!

- Mas ela acabou de te machucar!

- Mais Ni-na!

E a partir disso, passou a adorar chamar cada qual pelo seu nome…

- Vem cá, Nina! Vem cá Penéiope! Vem cá Luna!

E por falar na Luna… essa era a mais cotada. E de tanto ser apertada, abraçada e beijada pelo Nicolas (oi, Felícia? Se cuida!) fugia ao primeiro sinal da sombra dele virando a esquina: “Nuuuuuna!!! (=Luna) Cadê você?! Nuuuuna, vem cá!”. E vinha todo triste me perguntando “Cadê Nuna, mamãe? Nuna sumiu! Nicus gosta Nuna.”

* * *

- Aaai, que lindinho ele falando que gosta da Nuna… quer dizer, Luna…  Mas… E O SORTEIO?

Quase… Já cortei e dobrei os papeizinhos ó:

Agora só falta encontrar meu parceirinho pra me ajudar.

- O quê? Como assim?

É que o Nicolas é quem vai sortear, né gente… Peraí que eu vou lá ver onde é que ele está.

(todo mundo com cara de tédio)

Xiiii… ele tá ali assistindo a Galinha Pintadinha… Tá dançando e cantando a música do Pintinho… precisam ver que gracinha… Mas ele falou que logo depois dessa música ele vem.

* * *

Mas então, enquanto isso, deixa eu continuar contando.

E como não podia deixar de ser, né gente, foi também no Brasil que ele se deu conta que ninguém mais chamava a gente de mami e papi (ou mamãe e papai), SÓ ELE. Pois claro que ele se adaptou rapidinho e em poucos dias já chamava a gente pelo nome também:

- Ô Fael! Ô Ciana! Ô Nuuuuu! (=Luuuu)

Tão lindo…

Mas tão lindinho quanto, foi a sua inseparável priminha Babi de 2 anos e meio, achando que meu nome fosse nada mais nada menos que “Mami”. E não parava de me chamar:

- Mami! Vem brincar comigo! Mami! Vem assistir desenho!

Fofinha demais, né gente? Pois olha os dois juntinhos aí na foto…

* * *

Ôpa! Pronto! O Nicolas chegou! Agora sim, o sorteio!!!

- Êeeeeeee! Até que enfim!

Mas antes, gostaria de dizer que vocês merecem! E quero aproveitar pra agradecer a companhia de sempre de vocês, os comentários, a disponibilidade de contar o que cada um mais gosta e claro… a paciência de todos!

Então Nic, tira aí um papelzinho!

Pronto! Sorteou! Agora lê o nome pra mamãe!

É… peguei pesado, né meu bem? Mas mamãe tá brincando… não precisa ler não. Dá aqui, deixa eu ver quem ganhou.

Olha! Foi a Clauo!!!

Parabéns, Clauo! Já estou entrando em contato com você pra que você me mande as fotos e os detalhes pro seu desenho tá? E pra quem não ganhou, depois tem mais!

Beijos pra todo mundo!

 


50 Comentários

Sorteio! Sorteio!

Oi pessoal!

Depois de tanto tempo sem aparecer por aqui, não preciso dizer que estamos curtindo e amando CADA MINUTO nessa nossa terrinha abençoada, né? O Nicolas então, até parece que nasceu e foi criado todo tempo aqui, porque ôôô serelepice viu? Ele não poderia estar mais à vontade e feliz, abraçando deus e o povo (sem ser rechaçado!), cada vez exibindo mais e mais suas habilidades (já que recebe aplausos até mesmo quando respira), e como não poderia deixar de ser, anda falando horrores (muito mais que antes)!  Só posso concluir que ele realmente se encontrou aqui. Coisa de sangue mesmo, né?

E como ainda vamos passar mais duas semanas no Brasil e eu ando mais feliz que nunca, resolvi passar aqui pra fazer um sorteio de uma ilustração personalizada!

Mas primeiro deixa eu contar.

Tudo começou há anos atrás, quando eu era aquela menina magriiiiiiinha de cabelo super alto que pra piorar ainda fez um permanente-estilo-anos-80 que triplicou o volume de suas madeixas, e que sentava lá atrás na sala de aula, tanto pra poder passar o tempo todo desenhando sem os professores verem, quanto pra não atrapalhar a visão dos seus colegas com aquela cabeleira insana.

Eu era aquela menina que sempre gostou de fazer cartões à mão, que pintou vários quadros na adolescência – mas nunca soube cobrar por nenhum, que ia a todas as exposições de arte da sua cidade, e que sempre fugiu das aulas de educação física, mas poderia passar um dia inteiro estudando educação artística.

Aquela menina que no final das contas foi fazer Artes Plásticas, mas depois de um ano viu que não podia pagar pelo material e acabou se formando em Geologia. Que trabalhou cinco anos como geóloga, começou a viajar o mundo, teve um filho lindo, não resistiu e acabou usando-o como inspiração pros desenhos que fazia nos tempos livres da sua nova vida de mãe-e-dona-de-casa-expatriada.

Aquela menina que há poucos meses atrás teve o prazer de conhecer a Fê da Mamma Mini, que a convenceu que tudo isso poderia ser muito mais que um hobby, e agora ela anda se achando… e muito

Então. Pois esta mesma menina agora também anda pensando que quem tem paciência de ler pelo menos parte desse tanto de abobrinhas que ela insiste em escrever nesse blog, realmente mereceria a chance de ganhar um prêmio de compensação e portanto resolveu unir o útil ao agradabilíssimo e fazer o sorteio de uma ilustração personalizada.

Pra participar, você só precisa deixar um comentário neste post contando até três coisas que você mais gosta nesta vida, seu nome e onde você mora. Você pode ser de qualquer parte do mundo, pode ou não ter blog e pode até não gostar tanto de criança, mas tem que gostar da idéia de ter você desenhado (por mim).

A ilustração vai ser algo bem estilizado, não muito fiel à realidade, como o desenho acima que eu fiz pra Fê ou esse aqui que eu fiz do Nicolas.

A pessoa que ganhar deverá me enviar fotos dela e de no máximo sua família (esposo (a), namorado (a), filhos, cães e gatos), além de me contar coisas peculiares de cada pessoa e o que elas gostam. Pra receber o trabalho, o ganhador poderá escolher entre duas opções:

- o desenho pode ser escaneado e enviado em formato digital em boa resolução pra ser impresso,

- ou o original em tamanho A3, pintado em aquarela, pode ser enviado pelo correio com as despesas pagas pelo ganhador (lembrando que eu moro em Vancouver, Canadá).

O sorteio será feito no dia 30 de Setembro de 2010 e o desenho deve ser enviado até 1 mês após essa data (razoável, né gente? Considerando que vou passar duas semanas só pra desfazer as malas dessa viagem…).

Então… tá valendo!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 533 outros seguidores