O lado cômico da maternidade

Porque mãe tem que ser criativa

7 Comentários

Se tem uma coisa que toda mãe sabe fazer é criar, inventar, improvisar. E pra isso, haja imaginação e presença de espírito…

Seja na hora de inventar uma resposta rápida e efetiva pra se desvencilhar dos palpiteiros de plantão:

– Esse neném não tá muito espremido aí dentro não? – Sugere alguém que você encontra na rua e te vê carregando seu bebê no sling.

– Tá, mas o pediatra dele disse que sling é ótimo pra promover as condições do ambiente uterino, já que o bebê está em plena extero-gestação. – responde ela com firmeza, afinal ela sabe que quando menciona: 1. “o pediatra disse” e 2. algumas palavras bem complicadas, o assunto tende a morrer ali mesmo.

Seja pra criar aquele cantinho confortável pro filho tirar a soneca, porque ela está visitando sua melhor amiga e têm ainda muito o que conversar. (E quem dera se a melhor amiga dela tivesse bem pertinho pra ela fazer isso de verdade – e sempre –  e ela ainda pudesse aproveitar pra admirar o barrigão maravilhoso da amiga… Né Si?).

Seja pra inventar um aparato ultra-engenhoso pra interromper o dedinho nervoso do filho no botão liga-desliga do som, mesmo que somente por poucos minutos.

Seja pra criar estórias na hora de dormir que acalmam o filho e o façam parar de sentir medo.

Seja pra inventar um novo prato a cada dia com ingredientes alternativos, porque o filho sofre de intolerância à isso ou aquilo e não pode comer quase nada que o resto da família pode, hein Kcal?

Ou seja pra preparar aquele prato LINDO de morrer, todo decorado com muito amor, então os filhos se sentem incentivados a comer tudo.

Seja pra fugir do dia a dia corrido e improvisar aquela rotina gostosinha que faz o filho se sentir tão especial, como tão bem faz a Gra.

Ou então, pra criar alternativas na hora que ela está viajando com o pequeno, porque não lhe resta opção a não ser usar o que ela encontra à mão, da melhor forma possível.

Como…

… a pequenina pia do banheiro pra dar banho no bebê, pois o hotel não tem banheira e bebê pesado + ensaboado escorrega pra burro e ela prefere não arriscar carregá-lo pra tomar banho com ela.

Nicolas, 7 meses, Rottnest

… a pia da cozinha, mesmo que ele acabe pegando alguns utensílios que não deveria, ou molhe toda a cozinha fazendo splash, splash.    

 

 

Nicolas, 17 meses, Melbourne

… o sofá que pode se juntar à pequenina cama de casal, pra promover mais espaço pra todo mundo dormir melhor

… usar fraldas na janela do carro alugado e assim tampar o sol no rosto do filho, já que ela esqueceu de levar o usual protetor de janela

Nicolas, 17 meses, também improvisando uma brincadeira

… usar o tripé modernete da câmera + fitas de cetim pra prender o dvd portátil que veio sem suporte pro carro

…ou mesmo pra usar o velho e bom carrinho, ao invés de voltar pro hotel, pro filho tirar sua sonequinha restauradora enquanto ela e o marido passeiam e conhecem a cidade.

 * * *

Bom, claro, que às vezes a criatividade dela não basta e a imbatível lógica infantil a deixa sem palavras, né  Jo?

– Mamãe, a senhora é quilança? – pergunta Estêvão, de 2 anos e meio.
– Não. Eu sou adulta.
– Então, porque a senhora binca com meus binquedos?
– (…)

 * * *

Mas tirando situações como esta, ela até que manda muito, muito bem…

Anúncios

7 pensamentos sobre “Porque mãe tem que ser criativa

  1. Nossa Lu ! Fiquei emocionada com tanta criatividade e com uma saudade ainda maior, relembrando nossas longas conversas ! Um super, grande abraço em toda a família e que a criatividade de todos se expanda cada vez mais !!!

  2. Oi Lu!
    É verdade, nós mamães temos que ser mesmo muito criativas, tanto que de vez em quando nos surpreendemos com nossa própria criatividade!
    Adorei o suporte pro dvd no carro!
    Quando eu viajo com o Murilo sempre carrego uma piscininha inflável para a hora do banho (daquelas redondas pequenas, sabe?!), acho super prático, pois não ocupa espaço pra carregar e fica seguro pro filhote tomar banho. Além do mais, é um objeto ao qual ele já está habituado, então, independente do lugar para onde vamos, ele sempre reconhece a sua “banheirinha” e a hora do banho fica super tranquila! Fica a dica!
    Bjs, Camila e Murilo.

  3. Lu criatividade e’ algo que nunca pode estar em falta, nunca.
    Adorei as fotos do Ni nas “banheiras” improvisadas, e’ preciso alem de criatividade muito jogo de cintura para dar conta de tudo.
    Que honra a minha, ser citada por voce, que alegria rsrs.
    Abracos e espero que esteja tudo bem com voces por ai.
    Gra

  4. Olá pessoal!!

    LU, criatividade é algo que nunca te faltará a julgar pela maravilhosa idéia de elaborar este blog e contar com muita espontaneidade as peripecias desse anjinho que ja faz parte de nossas vidas. Criatividade também não falta a vc e ao Rafa para fazer da rotina do Nicolas um divertidissimo passeio enquanto aproveitam para rodar o mundo ( o que claro, não poderiam deixar de fazer com o Nicolas).

    Um bjo.
    saudades.

    Fabiana

  5. Oi! primeria vez por aqui, amei este post, eh bem verdade haja criatividade, Banho urgente na pia, tive que usar essa tecnica muitas vezes, bjs

  6. Pingback: Cruzeiro com criança « Nicolando por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s