O lado cômico da maternidade

Mãe catilografando…

12 Comentários

Parece que alguma forca sinistra aniquilou com a internet no meu PC. Passei vários dias sem ler meus emails quando me lembro do iPod. Imagina que no iPod ela funciona que eh uma beleza… Troféu joinha pra você, viu Seu Bill Gates?

Assim, que pra não deixar esse blog muito jogado as traças, to aqui catando letrinha com um dedo só nessas teclinhas pequenas. Hum, logo eu, uma moca tão prendada, que aos 14 anos concluiu com mérito o Curso Completo de Datilografia. Presente do tio Edson… (Brigadao tio, mas de qualquer forma agora to aqui apanhando dessa tecnologia tiny!).

* * *

Queria agradecer pelos comentários no ultimo post. Me fez ficar mais tranquila, já que todo mundo acha que a greve de fome do Nic eh mesmo uma fase e vai passar (a fase de auto-afirmação faz total sentido pra mim!). E sem duvida a longa viagem que a gente fez com ele, dominada por comidas de restaurantes nem-sempre-tão-saudáveis-e-variadas, foi um ponto divisor na aceitação alimentícia do Nic. Tambem fiquei pensando no que disse o Rafa da Anita, que criar filhos com alimentação estritamente saudável eh um grande desafio, principalmente quando eles vêem outras pessoas comendo aquilo que ta fora do cardápio deles e ficam curiosos. Ou quando acontece algo como ontem numa lanchonete. Eu de repente olho pro Nicolas e do nada ele me aparece comendo um quadradinho de chocolate. Perguntei pra ele de onde ele tinha tirado aquilo, quando noto uma mulher no balcão com um grande sorriso acenando pra mim “Parece que ele ta realmente gostando do chocolate que eu dei pra ele!”- disse ela. Absurdo, eu sei, mas so sorri e acenei de volta e dai fiquei pensando que eh impossível controlar sempre o que nossos filhos comem. Também eh complicado proibir tudo, já que o proibido pode passar a ser a única coisa que eles aceitem comer. Concluo que como tudo na vida, temos que achar o ponto de equilíbrio… Criar a base saudável, oferecer vegetais sempre e comer com eles, mas também ensinar que podemos comer chocolate ou sorvete de vez em quando, desde que com moderação.

E no mais, a regrinha de ouro: respeitar o gosto deles e a vontade de não comer também… tarefa nada nada fácil, principalmente depois de me empenhar pra fazer uma comidinha gostosa (afinal, estudei datilografia e não culinária) e o Nic cuspir tudo fazendo brrrrr… Complicado, mas não vou deixar de perseverar não, viu tia Fafa? 🙂

Mudando de assunto, ontem fui colocar o nome do Nic na lista de espera pra escolinha, algumas horas por dia – pra ele interagir mais com outras crianças e eu ter mais tempo pra me dedicar em algo que me de algum retorno financeiro outra vez (so exciting!). Dai fui gentilmente informada que meus planos terão que esperar, já que a lista eh tão, mas tão longa que eles estimam que ele TALVEZ tenha uma vaga quando completar 36 meses. Pois se agora ele tem 19, faz as continhas aí, maridinho, de quanto tempo mais você vai sustentar essa família sozinho…

E falando no maridinho, seu trabalho agora envolve viagens… A casa ta bem vazia sem você aqui, viu? E mais uma coisa pro Nic se adaptar, já que todo dia pergunta cade papai…

Também to devendo as fotos do aniversario dele, que teve sua torta preferida. Mas vou continuar devendo ate eu conseguir uma internet com um teclado decente. E agora, vou parando por aqui pois já ta sentindo meu dedo meio paralisado…

Beijinhos pra todos!

Anúncios

12 pensamentos sobre “Mãe catilografando…

  1. Ha ha!!! Vc me mata de rir! E qta coisa acontecendo… Maridao viajando nao facilita muito as coisas ne Lu? Mas vc eh mulher forte, independente e vai dar conta de tudo como sempre! O nic eh quem vai ficar com mais saudade, mas com o tempo acostuma…

    E foi so vc postar sobre a “greve de fome” do Nicolas que meu menor tb parou de comer, a nao ser que esteja em frente a tv, o que eu nao gosto. E ele tambem ta numa fase de so querer bolo! Dai ontem fiz um a base de cereais e cenoura e assim vamos contornando!

    Boa sorte ai com a alimentacao do nic! Tb concordo com vc que deve haver equilibrio, mas sempre predominar o nutritivo.

    Beijos querida!

  2. Lu, esqueci de comentar que achei um absurdo ter que esperar tanto tempo por uma escolinha. Tenho outra amiga morando em outra parte do Canada e ela diz que realmente creches, babas e escolas sao muito concorridos e precisam ser “reservados” com anos de antecedencia, normalmente qdo a mulher ainda esta gravida!

    Mas imagino que eh porque vcs moram em cidades grandes nao? Cidades pequenas normalmente sao mais faceis, como onde eu vivo! Na roca! Hahaha!

    Beijos e boa sorte com seus planos!

  3. realmente um grande esforço escrever esse post todo no iPod, mas assim vc pode escrever na cama no maior conforto! Aliás, post bacana e muito bem escrito, não se preocupe com o daycare, as viagens são pra sustentar a família mesmo! Um beijo com carinho

  4. Oi!!! nossa…eu não teria essa paciencia sua para postar do Ipod!! rsrsr..então muito obrigada pela consideração pelas leitoras e fazer esse sacrificio para manter esse cantinho atualizado!! 😉
    E sobre a pessoa da lanchonete dar o chocolate..meu marido teria surtado..ele é paranoico em esse lance das pessoas colocarem algo na comida..acho que ele teria feito o filho vomitar tudo..kkkk..sim,ele é paranoico,como eu disse! kkkkk..
    tenham um otimo fim de semana,tomara que o Nic se adapte logo a tantas mudança… beijos!! 😉

    • Ai, eu sei, eh realmente assustador esse negocio de estranhos darem comida pra crianca, mas nesse caso eu estava numa creperia e vi uma vasilha cheia de chocolate picadinho de onde elas tiravam pra fazer o recheio dos crepes. Eu vi que nao era um chocolate vindo de um lugar qualquer… Mas mesmo assim achei q ela nao tinha o direito. E se ele tivesse alguma alergia? E ela nem me perguntou se podia dar. Bom, mas no final das contas, essa foi a primeira vez q o nic provou chocolate puro e foi ate engracado ve-lo com a boca toda suja ao redor mesmo com pedaco tao pequeno! Beijos!

  5. kkkk
    no ipod? nem me imagino…
    absurdo tanto tempo de espera na escolinha, mas bacana mesmo é o comentário do marido!
    Troféu Joinha pra ele e não pro Bill gates, falô???
    kkkkk
    qto as crises…. paceincia, querida, vão e vem com uma facilidade… pra eles óbvio.
    bjocas
    carol
    http://viajandonamaternidade.blogspot.com

  6. Ei moca prendada! Eu tb sou, tb fiz datilografia! Mas não teria sua paciência pra postar de um ipod!

    Lu, falou tudo. Comer bem sim, mas sem paranóia. Aqui a única coisa q não dei foi refrigerante, mesmo pq a gente não compra. Mas nos finais de semana consentimos sobremesa como sorvete, torta ou mousse de chocolate!

    E qto a vc voltar a trabalhar, entendo sua ansiedade, mas não deve ser nada fácil num pais novo começando tudo do zero. E quem sabe não sai uma vaga pra ele antes? Nunca se sabe… Estou torcendo por vc!

    Beijos mil

  7. Lu obrigada pela dedicacao e pela consideracao conosco.
    Eu ia comentar no outro post, mas nao consegui. Espero que o Nicolas ja esteja comendo melhor e talvez tenha sido a forma que ele encontrou para demonstrar como ele esta se adaptando a todas essas mudancas. Sem dizer que voces passearam tanto e comeram coisas novas, isso com certeza altera o paladar deles. Fiquei pensando tambem, o quanto eu devo estar sendo chata insistindo para uma alimentacao saudavel para o meu filho, e’ preciso buscar o equilibrio e o bom senso.
    Agora as pessoas que dao coisas para as criancas, sem comentarios. Outro dia fomos a farmacia e a senhorinha do balcao, deu um pirulito para o Nicolas, na farmacia??? Quase sentei e chorei.
    Por aqui escola so depois dos 3 anos tambem, e so por 2h e meia… haja paciencia. Enquanto isso vamos aproveitando essa fase boa deles, passa tao rapido.
    Forca por ai, sem o marido, fica mais complicado, mas voce consegue dar conta de tudo.
    Boa mudanca para voces, abracos
    Gra

  8. ué…
    tinha deixado um recadinho aqui, mas parece que essa força sinistra atravessa continentes…
    kkkk
    sobre a doida da lanchonete? teria feito uma cara de mãe dragão pra ela, que chocolates virariam um trauma…
    sobre a escola… estão no meu Top Five Oh Vida Oh Céus! não tive problemas em conseguir a vaga numa escolinha super bacana pro meu pequeno, mas vira e mexe tem uma questãozinha ou outra que me diexa fula da vida!
    bjocas
    carol
    http://viajandonamaternidade.blogspot.com

  9. Oi Lu,

    nós aqui de nem tão longe mais agradecemos o esforço em contar nessas teclinhas as novidades. Você teve uma paciência de Jó, ao contrário de mim, que não teclaria nem uma frase sequer. Aguardamos as fotos ansiosos e que pena que o Rafiel viaja tanto nessa nova fase e o Nicolas não pode ir pra escolinha, ia ser bom pra ele interagir com crianças da sua idade, mas pense que arranjou um ótimo companheiro e vai poder curti-lo por mais tempo.
    Saudades,
    Bjo

  10. Oi, Lu, tudo bom?

    Também detesto gente que dá comida pro Theo (1 ano e meio) sem me pedir. Outro dia, na pracinha aqui do lado, uma mãe deu M&M pra ele e, vendo minha cara, perguntou: “pode dar chocolatinho pra ele, né?” É claro que antes de ela terminar a frase o Theo já tinha avançado e estava cheio de M&M na boca….

  11. Oi cumadre estou com saudades,como vcs estao o Mic ta um gatao parabens da um bj mele por mim da abraço no cumpatre.Bjjjjjjjjjjjjssssssssssssssssss para vcs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s