O lado cômico da maternidade

Direto da roça canadense

12 Comentários

Que sumiço hein pessoal?

Mas deixa eu contar. Tudo começou há uma semana atrás quando o Rafa chegou do trabalho e após uma longa pausa anunciou que teria que viajar de novo… por mais duas semanas.

– De novo? Mas você acaba de passar três semanas no Peru! – falei eu com o olho DESSE tamanho.

–   Mas desta vez, a viagem é aqui no Canadá mesmo e se você quiser pode vir junto. São oito horas de carro.

–   Ah é? E como é lá?

–   Bom, não é nenhuma cidade grande… mas a gente vai ficar numa cabana, perto de um lago. Dizem que é bem bonito.

–   É? Hmmm… E o que é que tem nessa cabana? Tem cozinha? Tem cama pro Nicolas?

–   Tem tudo, só não tem lençóis e cobertas. Mas isso a gente leva.

–   E lá tem sinal pra internet? Eu tenho um trabalho pra terminar e preciso de internet…

–   Não sei, mas acho que tem sim porque o escritório da empresa, que fica a uns 30km de lá, tem… Não vai ter problema não, você leva seu computador, seu material e trabalha lá. Vai ser ótimo, porque é super sossegado.

–   E quando é que você tem que ir?

–   Daqui dois dias.

* * *

Pois viemos e aqui estamos nós desde então… Já faz uma semana, mas parece que tem um mês. Os dias aqui demoram tanto pra passar que se bobear, quanto a gente voltar pra civilização, o Nic lá já vai ter dois anos de idade.

E claro que não tem internet, nem telefone, nem televisão, nem rádio e a cidade é tão pequena que eu nem vi quando passamos por ela. Mas o Rafa garantiu que existe.

Já o lugar onde estamos ficando é realmente bonito. E é sossegado até demais. Nos dias mais quentes a gente nada no lago, senta no pequeno porto com os pés dentro da água vendo os peixinhos nadando e as águias voando no céu, a gente corre, brinca e faz picnic na grama, ou simplesmente senta e joga conversa fora com os raros vizinhos que acampam ali ao lado (e que por sorte têm um menininho super simpático da mesma idade do Nic).

Aqui só nao dá pra soltar a imaginação e sair correndo e brincando de esconde-esconde em meio às árvores, porque isso aqui é terra de urso e em terra de urso não se brinca de esconde-esconde atrás das árvores. Especialmente, depois que você aprende que se você tem o infortúnio de cruzar com um deles, não pode correr por que eles são mais rápidos que qualquer humano, não adianta subir em árvores porque eles têm uma super habilidade pra subir também e tem que manter uma calma impassível, senão eles podem se assustar e te atacar. E se isso acontece, meu amigo, o conselho que os especialistas te dão é “lute com os recursos que você tiver pra tentar salvar sua vida”. Já pensou? E mesmo se eu conseguisse a proeza de manter a calma e sair de fininho, tenho certeza que o Nicolas diria em alto e bom som: “Vem cá ursinho! Passar mão! Passar mão!…” 🙂

Quanto à cabana, é pequenininha, meio escura e bem antiga. Mas dá pra dormir. Bom… daria, se não fosse o Nicolas, que aqui tem dormido mal outra vez, contrariando totalmente a minha crença que criança que brinca o dia todo feliz e vai pra cama de noite ao som de grilos e cigarras dormisse melhor. E pra piorar, ele ainda encasquetou de pedir mamadeira no meio da madrugada e chora horrores se recusamos ou tentamos enganá-lo com água… Incrível, porque já tinha mais de oito meses que ele não mamava mais de noite! Sem contar que ele anda comendo super bem durante o dia… Ô fase complicada, sô…

* * *

E como eu não tenho internet, mas tenho um correspondente que lê meus emails e me conta tudo no final do dia,  é que  fiquei sabendo da bonita notícia que meu sobrinho nasceu! Viva o Yann!!! Querida Si, fiquei muito feliz de saber que tudo correu bem! Muita saúde e leite pra vocês! Não vejo a hora de conhecê-lo!

E agora que estamos visitando a cidade grande e eu tenho uns breves minutos na internet, também aproveito pra mandar mais recados…

– Famílias queridas, nossas passagens pro Brasil já estão confirmadas e daqui umas semanas nos vemos! Preparem-se pra noites do barulho! rsrs

– Tia Fafá, espero que tenha recebido as medidas do Nicolas. Tenho certeza que ele vai ficar muito lindo pro seu casamento!

– Fê querida, tô trabalhando nos seus desenhos!!!

– E à todos que por aqui passam: muito obrigada pelo carinho de sempre. Assim que eu voltar à civilização, prometo retribuir as visitas e responder aos recadinhos e emails.

Beijinhos e mais fotos daqui!

 

 

 

Anúncios

12 pensamentos sobre “Direto da roça canadense

  1. Ola,meus queridos!Daqui fico imaginando a riqueza de vida que nosso pequenino tem desfrutado nessa vida de nomade!Que Deus abençoe sempre vcs. Bom saber que breve estaremos juntos e em mais uma ocasiao festiva. Saudades e ate breve.

  2. Olá,

    Ehhhhhhhhhhhhhhhh! Fico feliz de saber que a visita de vcs está confirmadissima e bem planejada. Ah, pode deixar que estamos preparadíssimos pra noites em claro. Rsrsrsrs. Que lindo lugar vcs ficaram, parece ser bem sossegado, melancólico e o Nicolas deve ter aproveitado muito. Aproveitem, que por aqui o que menos temos no momento é sossego. Espero que não tenham encontrado nenhum urso por ai.
    E infelizmente não recebi seu e-mail com as medidas do Nic. Manda de novo quando puder, ok?
    Bjos saudosos,
    Tia Fafá

  3. Adorei a ideia de usar o blog como e-mail, pronto, falei. ahahaha

    É boa essa desintoxicação tecnológica! haha Boa porque não é comigo, óbvio, mas boa!

    Essa coisa de urso não é comigo, acho que se eu visse um iria fazer que nem o Nicolas: “vem cá ursinho, passar a mão, passar a mão!” hahahahahaha
    Beijos e boas “férias”. (Pelo menos você tem bastante tempo para pensar na festa de 2 anos dele aí! hahahah Ok, parei.)

  4. Oi Lu,

    Amei o post! Além das fotos lindas, morri de rir e aprendi coisas essenciais sobre homens e ursos! Duvido que eu use isso na pratica algum dia mas como tudo é possivel nessa vida, fica nas minhas anotações mentais!

    Bjs, Eliane

  5. Uia, que lugar lindo!
    Acho que as lembranças do Nic daí vão ficar coladinhas na memória dele pra sempre 😉
    bjins

  6. Ai Luuu,que delicia de lugar!!!!
    ele deve amar mesmo,essa calma,esse lago..ai ai.. o verdadeiro sentido da palavra “um amor e uma cabana”…kkkkkkk..
    acho que o NIc não vai esquecer nunca mesmo!!!
    e Descansar em familia é a melhor coisa do mundo..aproveite bem muitao,ta???
    bjokas!!!
    😉

  7. Nossa Lu, Valeu a pena, né?
    Lugar lindo demais!
    e as vezes ficar desconectada do mundo virtual, é bom!
    O Nic tá lindo demais! uma delicia de criança. é chato quando eles dão passinhos pra trás e voltam a dormir mal ou “regridem” em algumas coisinhas… Mas é normal, é assim que eles crescem, um passinho pra trás dois pra frente, e daqui a pouco esta o Nic, dormindo toda a noite.

    Beijos

  8. Adorei o Post e as fotos!!! lindo o lugar! Aproveitem essa paz pra descansar a mente. O Nic com certeza deve estar amando!!! Beijos!

  9. Olá amigos,

    Lindas fotos de um cantinho da província conhecida pela sua beleza e exuberante natureza.

    Aproveitem ao máximo pois logo estarão de volta a “civilização”….rsss !!!

    Abração

  10. Lu que lugar lindo!
    Que bom que o Nicolas esta aproveitando muito, isso e’ tao bao!!!
    Amei as fotos.
    Abracos e otima semana para voces.
    Gra

  11. Ui! Eu teria amado esse lugar!!! Adoro roça, sossego, silencio, cheiro de mato e barulho de grilo. Agora, quanto ao urso… isso eu teria que pensar… E que bacana pro Nicolas, tendo acesso a um ambiente tao saudavel… Crianças adoram isso e aprendem muito sobre a natureza!

    Beijos, querida!

  12. Pingback: O temível predador « Nicolando por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s