O lado cômico da maternidade

O verão… e as portas de chumbo de Vancouver

8 Comentários

Depois de passados mais de três meses que estamos aqui, é fácil perceber porque tanta gente gosta de Vancouver. Quem não gosta de todo dia ter inúmeras atividades bacanas pra fazer com os filhos ou de “tropeçar” em um parquinho diferente em cada esquina (né Nic?)? ou da facilidade de encontrar produtos orgânicos, da zero burocracia na hora de devolver mercadorias nas lojas, de conviver com a diversidade e poder escutar várias línguas diferentes sendo faladas, de ver todos os rótulos escritos em inglês e francês, de poder fazer tudo à pé, da existência de elevadores e acesso pra carrinho por toda parte, e claro, da beleza estonteante e segurança (pelo menos em parte) que a cidade oferece? Uma ma-ra-vi-lha isso aqui.

MAS no entanto, se por acaso, algum dia! o Seu Prefeito Vancouverite  quisesse ouvir a humilde opinião dessa figura materna que vos fala e me pedisse uma sugestão pra melhorar ainda mais essa cidade bacanésima, eu diria pra ele fazer uma grande campanha pra substituir todas estas portas de chumbo que dominam os estabelecimentos da cidade, por sensitivas e deslizantes portas automáticas. Ah! Que beleza seria…

Quê? Você acha que eu tô sendo fútil? É, pode ser… mas tenho certeza que as outras mães, que como eu, passam mil apertos por dia tentando segurar uma porta de 100kg de peso, a qual teima em fechar na sua cara de qualquer jeito por mais força que você aplique*, enquanto você tenta passar por ela com carrinho + criança + sacolas de compras + sombrinha (em dias de chuva), ficariam imensamente gratas com a reforma do Seu Prefeito.

*Ainda mais eu, que não tenho lá tanta força…

(Isso sem falar que por ai, nessa cidade tão grande e vasta, alguém já deve ter conseguido fotografar a ridícula cena – e bastante comum, devo acrescentar – dessa mesma mamãe, entalada e imprensada com carrinho, Nicolas e tudo numa dessas portas de 200kg (eu tinha falado 100? Não, tá mais pra 200) sem conseguir ir pra frente, nem pra trás… Tsc, tsc, tsc. Sorte que além de todas coisas boas que tem aqui, também há pessoas muito gentis e prestativas que sempre a salvam dessas situações de “porta justa”).

Bom, mas deixa de lenga-lenga e vamos nos concentrar em coisas menos queima-filme. O verão tá aí, a viagem pro Brasil é daqui há três dias e quando a gente voltar pra cá já não vai ser mais verão. Então, deixa eu postar algumas fotos dessa estação que eu só estou aprendendo a gosta aqui em Vancouver, senão vocês vão achar que a gente nem aproveitou nem nada.

Pois aproveitamos sim, e muito…

Nas fontes públicas…

No festival de cultura africana, onde o Nicolas deu um show de ritmo e graça ao dançar por 30 minutos sem parar, diante dos olhos de encantamento de várias pessoas (as quais não tiveram coragem de dançar também, mas que o aplaudiram com entusiasmo no final)…

No Water Park, na Greenville Island, pra onde fomos de AquaBus…

No Stanley Park, onde curtimos passeios pela orla, brincamos no parquinho, onde mamãe ensinou ao Nic que dá pra se divertir dirigindo o carro de bombeiro fazendo Vrrrrrmmm mesmo se o volante não mexe e ainda tiramos uma soneca na grama, os três juntos (claro que mamãe foi quem teve que se levantar pra registrar o momento)…

E no passeio pra Deep Cove, onde a gente admirou a paisagem e aproveitou pra almoçar ao ar livre…

Bom, isso além de muitas outras coisas, mas já deu pra entender que teve bom, né? E agora, que venha o Brasil!!!

 

Anúncios

8 pensamentos sobre “O verão… e as portas de chumbo de Vancouver

  1. Menina, odeio essas portas tambem! rsrs

    E que cidade! Que fotos! E que menino bonito e grande está o Nicolas! Adorei as fotos dele brincando na água e seu vestido, Lu!!! Lindo!

    Beijos grandes e façam boa viagem ao Brasil! Aproveitem!

  2. Aí que lugar lin-do!
    O Nic tem cara de safado, deve aprontar muuuuuuuuuito, né? hahahaha

    Lu, estava lendo seu blog e caí no seu relato de parto. Nossa! Enquanto eu lia o relato fiquei torcendo para a Joanna ficar além do turno dela, fazer hora extra, sei lá. hahahahaha Fiquei com uma raiva da tal parteira neozelandeza (se ela caiu e se machucou a culpa foi minha, pelos meus pensamentos negativos destinados à ela), que mulher mais sem noção, né?
    Beijão e adorei, viu? O relato nem é tão grande e vale super a pena! Aliás, vale a galinha inteira! (ha ha ha Piadinha de última, né? Vai ver peguei o vírus do médico piadista. hahahahah)

  3. cada passeio bacaaaaaana!
    e nic aproveitando? tudo de bom!
    aqi tá um frrrrrrio…
    bjo

  4. Lu, se vc me disser que Vancouver é legal no inverno também (certeza que eles inventaram playgrounds indoors??) juro que mudo pra aí, me aguarde! 🙂

    beijo e boa viagem ao brasil!!! se vier ao rio dá um alô!!!

  5. Que vontade de apertar e morder estas bochechas, Nic!
    Da tia Barol Felícia, um beijão.

  6. Eita verão bom demais!
    Lindas fotos!

    e boa viagem!

    bjo

  7. Lu que bom que voces aproveitaram o verao, as fotos estao lindas e com crianca nao tem tempo ruim ne? Ver agua entao, e’ uma alegria so.
    Agora dormir todo mundo assim no parque… presente de Deus, bao demais.
    Otima viagem para voces, sei que terao muito o que fazer por la, mas quando puder de noticias, please!
    Abracos
    Gra

  8. Oi Lu,
    sempre tive vontade de conhecer o Canada e agora ainda mais!!!

    curta o Brasil por mim ta?

    Beijos
    Van

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s