O lado cômico da maternidade

A difícil tarefa de convencer o filho a fazer as coisas básicas da vida

15 Comentários

Método Lúdico (ML)

Dia 1

– Hmmm! Que comida gostosinha! Vamos comer tudinho, Nic?

– Não! Qué bincar!

– Mas você pode brincar aqui enquanto come. Olha só o trator passando no túnel! Brrrr! E a colher entrando na boquinha do Nicolas… Vrrrr!

– Não! Comer não! Qué descer!

(Mãe pensando rápido em busca de outra estratégia. De repente avista o dinossauro que ele tanto gosta.)

– Olha só quem eu encontrei e vai comer junto com você… É o Dino!!!

(Nicolas batendo palmas)

– Nossa, olha o bocão do Dino! Nhame nhame nhame! Que beleza, o Dino comeu tudo. Agora é a vez do Nicolas!

(Nicolas abrindo bocão)

– Isso, muito bem!

Resultado: Experiência bem sucedida. Ambos Dino e Nicolas terminam com a pança bem grandona.

*

Dia 2

– Qué comer não! Nãããão!

– Mas olha só quem está aqui do meu lado… Se não é o nosso amiguinho Dino!

(Nicolas olha com carinha de contente)

– Ei Dino, vamos comer? Nhame, nhame, nhame! Isso, Dino, muito bem! Agora é a vez do Nicolas! Cadê o bocão do Nicolas?

– Não! Nicus não! Dino comer de novo!

– Mas o Dino já comeu, agora é a sua vez.

– Não! Dino de novo!

Resultado: Experiência frustrada. Nicolas não come nada e Dino termina rolando da mesa tamanha a pança roliça do bicho.

* * *

Método da Psicologia Inversa (MPI)

Dia 1, cena 1

– Vamos almoçar, Nic?

– NNNNNÃO!

– Tem peixe, que você adora, arroz, feijão e árvore!!! (=brócolis, tá gente?)

– NNNNNÃO!

– Então tá. Pois então hoje o Nicolas não vai almoçar… Só eu vou comer, viu? Nada de peixe, nem arroz, nem feijão, nem árvore pra você.  Hmmmm! Que bom que eu vou comer tudo sozinha… Tchau, Nic… Vai lá brincar…

– Não!!! Quéio comer peixe!!!

Resultado: Perfeito. Nicolas e mamãe terminam com a barriga DESSE tamanho.

::

Dia 1, cena 2

– Vamos dormir Nic? Tá na hora daquela sonequinha boooa…

– Não! Dormir NÃO!

– Ah, é? Tudo bem… Então nada de dormir hoje, viu Nicolas? Vai ficar acordado o dia todo. Você não pode dormir, não pode cobrir com sua colcha de carro, nem deitar no seu travesseiro de cachorrinho. Nada de dormir, entendido? Nem pensar!!!

– Quéio dormir mamãe!!!! – pede ele já quase chorando

Resultado: Maravilha de experiência. Nicolas dorme um soninho gostoso em menos de 2 minutos e mamãe, com duas vitórias num dia, tem tempo de fazer algo pra si mesma.


Dia 2, cena 1

(Mamãe, achando que encontrou a fórmula infalível, já aborda a situação utilizando o MPI)

– Olha, nada de almoçar hoje, viu Nic? Proibido comer! Hmmm! Tudo pra mim!

(Nicolas com cara de nem aí, continua brincando em puro contentamento)

– Hmmm! Tô comendo tudo mesmo!

Resultado: Fracasso total. Nicolas não come e mamãe engorda 3kg numa tarde.

*

Dia 2, cena 2

(Mamãe tomando banho, Nicolas inicialmente brincando de carrinho no banheiro.)

– Não, não! Você sabe que não pode brincar no vaso sanitário! Sujo! Eca! Vai brincar lá perto da porta, tá bom?

(Nicolas finge que não escuta e continua levantando e abaixando a tampa do vaso. Mãe no desespero, apela novamente ao MPI)

– Isso, isso mesmo. Continua brincando com o vaso. Você não pode brincar perto da porta. Não, não! De jeito nenhum!

(Splash, splash!)

Resultado:  Catastrófico. A cena termina com Nicolas mergulhando o carrinho dentro do vaso várias vezes e mamãe chegando bem na hora de o impedir a levá-lo à boca.

* * *

Agora, a vocês, pessoas inteligentes  e mães experientes, pergunta besta: Há nesse mundo algum método que seja efetivo cem porcento das vezes???

Anúncios

15 pensamentos sobre “A difícil tarefa de convencer o filho a fazer as coisas básicas da vida

  1. Oi Lu!!

    Adorei o MPI, muito útil!! Acho que vale para tudo na vida, né? heh

    Bjs

  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..to aqui me acabando de rir…imaginando todas as cenas..em especial a da privada..rsrs..
    pq que filho faz isso com a gente einh??? aqui eu só falto fazer a dança da chuva para convencer Enzo de fazer as coisas basicas..rsrs..e é claro que o metodo,como vc mesma teve a honra(hahaha) de constatar não funciona varias vezes seguidas…pelo menos a gente vai exercitando nossa criatividade…kkkkkkkkkk…
    é o jeito..rsrsrs…
    bjão,otimo fim de smeana!!!
    ;- )

  3. ah,esqueci de falar do dia de ação de graças…que legal!! tomara que a receita de certo!!! 😉
    acho bacana a forma de celebrar os feriados por aí…o dia de ação de graças,por exemplo,é tão comemorado,a familia toda se empenha..acho tao bonito isso…
    adoro aqui,mas acho que falta um pouco mais esse espirito por aqui nas festas..aqui o povo so pensa no lado comercial da coisa…aqui em casa a gente comemorar td, enfeita a casa, explica os significados…ate haloween a gente faz aqui na familia..com direito a casa enfeitada,abobora e tudo..kkkkk..tudo bem que seria uma festa para celebrar a colheita, epoca de outono e tal..rsrs..e por aqui estamos quase no verão..kkkkk..mas achamos tao interessante, e aproveitamos a ocasiao para mostar um pquinho das outras culturas ao Enzo…
    espero que o feriado de vcs seja otimo…bjão!! 😉

  4. Essa eu sei! Essa eu sei! Essa eu sei!
    E a resposta é…
    Não! hahahaha
    E olha que nem cheguei nessa fase. hahahha
    Beijão! E boa sorte!
    (Nic está um gato, viu?)

  5. bah, guria, acho que não… por isso nós mães somos criativas!

    vá tentando…e talvez vc não devesse deixar ele ter a opção de brincar na hora das refeições…mas sei lá, sou só mãe na teopria para essa fase…a minha ainda come super bem… já vou aprendendo essas técnicas suas para aplicá-la daqui um tempinho, porque minha hora vai chegar, né? rsrsrs

    Sorte aí!

    Beijos,
    Nine

    • Oi Nine,

      Valeu pela dica, mas sinceramente, proibir de brincar na hora de comer aqui em casa não rola não… Eu vejo que eu consigo mantê-lo muito mais tempo sentado e comer muito mais quando eu deixo ele brincar encima da bandeja nas refeições. É mais produtivo que travar uma batalha com ele chorando porque não pode pegar o dino, ou o carrinho…

      Mas que bom que sua filhota coma bem! Espero que ela continue assim e você não tenha que ficar inventando métodos como eu!!! rsrs

      Beijos!

  6. Adorei seus métodos!!! Tenho 3 fihos, mas minha experiência não conta em tempos modernos… rsrs
    Apesar de meu filho mais novo ter apenas 4 anos, há quem diga que minha educação é de 2 séculos atrás. Há até quem me chame de “general”… hahaha
    Mas a verdade é: nada funciona. Tudo vai depender do humor do anjinho no dia. Tem dia que eles estão foférrimos, colaborando com tudo, comendo bem (tudo bem que esses dias são mais raros…) Tem outros que estão uma teimosia só.
    E a gente aí, rebolando como loucas, tentando, sempre sempre sempre fazer o melhor para eles. Infelizmente, não é sempre que conseguimos 😦
    Beijocas e sucesso com seus métodos!!!

  7. A resposta à sua pergunta é: DEFINITIVAMENTE NÃO!!!! Depois que tive meu filho, descobri quais são as únicas 2 exigências para o cargo de mãe: ser criativa e ter paciência… Esse é meu mantra diário! HAHAHA! Como disse nada parece funcionar 100% das vezes, mas aqui em casa o MPI certamente é o que tem o maior percentual de acerto. Cena 1: “Não quer comer? tudo bem, não come, vou levar para a cozinha então”, a resposta quase imediata é: “não, eu quero comer, eu quero minha comida”… Cena 2: ele morto de sono (para o cochilo da tarde), deitado na cama, olha para mim e diz: “eu não vou domir!” e eu respondo: “ninguém falou que você vai dormir, olha só está de dia” (nem 5 minutos depois ele já capotou)!. Lembre-se do mantra! Beijocas

  8. lu voce e uma artista como mae e como escritora. A unica soluçao q conheço e d pedir para alguem fora da familia para pedir as coisas sem a presença da mae. Eles sempre ficam super educados e as pessoas comecçam a achar q a mae e exagerda rsrsrs. Abraços

  9. Querida, eu repito certos ensinamentos básicos a 17 anos 🙂

    Eles são mestres em nos tornar pacientes e criativas.

    Beijos

  10. Adorei os seus métodos 🙂 acho que o segredo está em usá-los alternadamente 🙂 assim talvez tenhamos mais sucesso. Mas é só uma opinião não é garantia lol

    Adorei o seu blog 🙂

  11. Ai Lú, vi suas situs aí e fiquei me lembrando do nosso dia-a-dia aqui em casa, o David tá na mesmíssima fase, a gente costuma dizer, eu e o marido, que ele não quer mudar o status quo… sabe? tipo, qualquer coisa que vc falar para ele fazer ele não quer, simplesmente porque não quer mudar o que já está fazendo, eu só falto plantar bananeira, converso, pego um zilhão de brinquedos, invento tudo o que vc imaginar, eu e a babá dele estamos penando rs rs rs, começa no uniforme da escola todos os dias, eu me sinto na música do Chico Buarque sabe aquela: “todo dia ela faz tudo sempre igual… me sacode as 6 hrs da manhã…” entonces, eu penso isso do Davis diariamente…rs, mas vai passar, tava lendo esses dias que é a fase mesmo, eles querem controlar e ter poder, e aí vão aprendendo com as frustrações a lidar com a vida, mas não é uma tarefa fácil, vou testar a psicologia inversa MPI e te conto rs rs rs um beijão!

    • Ai Fê… Vc não sabe como é alentador ler tudo isso… Realmente tem hora que não é fácil né? Cansa ficar inventando formas e formas de convencê-los a fazer o que tem que ser feito de qualquer jeito. Mas tô sempre lembrando – ele é pequeno, ainda tá formando sua personalidade, seus gostos e é normal que queira impor, já que até pouco tempo atras sempre obedeceu tudo. E como toda fase, essa também é importante pro crescimento dele, ne?

      E vamo que vamo, querida!!!

      Beijos!

      Lu

  12. heheheh…..Muiti engraçado esses filhos né !!!! Mostrei o blog até pro meu marido 🙂

  13. Pingback: The ‘incredible’ twos « Nicolando por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s