O lado cômico da maternidade

o desbunde

15 Comentários

Nicolas é uma destas raras crianças que sempre odiou praia. Na verdade eu nunca o culpei por isso, pois eu mesma nunca fui muito fã mesmo. Mas bastava eu considerar  a peculiar situação em que vivíamos…

… pra eu achar “praia” uma palavra simplesmente irresistível! Por isso, toda vez que a gente tinha uma oportunidade, juntávamos biquini, sunga e fraldinha do Nemo, e zarpávamos pro litoral na maior felicidade. Mas Nic não queria nem saber. Ele não estava nem aí se morávamos numa cidade sem rios, sem verde e com temperaturas médias de 40 graus. Não gostava de praia e pronto.

Não suportava o contato com a areia preguenta, o sol forte, o vento, a água fria, o chapéu na cabeça, o protetor solar melequento. Quando era bem pequenininho, chorava só de ver o mar.

* * *

Daí uma vez, a gente estava em Sydney e já meio cansados de tanto viajar, decidimos passar uns dias descansando num lugar sossegado. Mas sossegado naquela cidade tão grande e movimentada? Só mesmo se fosse uma praia mais isolada… E pra uma resolvemos ir.

– Coitadinho do Nic, Lu… Três dias direto na praia? – disse o Rafa preocupado

– Ah, meu bem… mas pensa só: não tem uma criança nesse mundo que não goste de praia, tô errada? Até eu quando era criança adorava! Depois que fiquei assim, xexelenta.

– É, mas o Nic raramente se divertiu numa praia até hoje…

– Eu sei, mas agora ele já tem 18 meses… Qual foi a última vez que fomos à uma praia? 4 meses atrás? Então, vai ver que desta vez ele se diverte!

* * *

E assim fomos. Três dias numa pousadinha bem de frente pro mar. Pouquíssimos turistas, nada mais pra fazer a não ser ficar de bobeira na praia. No primeiro dia, só fomos eu e Nic – o Rafa tinha que cortar o cabelo. Fui devagar, comecei mostrando o mar de longe: nenhuma reação. Cruzamos a areia: zero reação. Chegamos perto da água: reação nula.

Pensei, “menos mal, daqui a pouco ele se solta”.

Tratei então de estender a toalha, juntar o balde, as pás, a bola e “Nic! Vem cá retocar esse protetor solar que aqui na Australia não se brinc…”.

– Nic? Nic?

Acreditem ou não, mas Nic tinha simplesmente ido embora. Foi sem olhar pra trás. Quando eu olhei, ele já tinha cruzado toda a areia e corria feliz pra umas escadinhas cimentadas bem longe da praia.

* * *

Agora, não me perguntem como passamos o resto dos dias lá… porque praia? Só de longe mesmo…

* * *

Daí, que desde que nos mudamos pro Canadá, há 1 ano atrás, que esquecemos desse negócio de água, já que o forte aqui são as montanhas e montanhas o Nic adora. Mas então chegaram nossas férias e o destino escolhido foi a Ilha de Vancouver, de onde sempre ouvimos falar super bem. E falou ilha, falou praia, né gente?

– Xiiiiiii…. não vai dar certo…

Pois é, foi o que eu pensei também.

Então, agora imagina nossa cara, ao chegarmos numa PRAIA em dia NUBLADO, temperatura de 16 GRAUS e com água CONGELANTE e presenciar essa figurinha na maior felicidade do mundo:

Sem roupa, mamãe! Não quero roupa não!!!

* * *

Sim, minha gente, pois é por essas e outras que eu digo: nada como o tempo… nada como o tempo…

(ou será que o verdadeiro motivo é que ele tem complexo de esquimó, hein?)

Mas enfim, depois de assistir um desbunde destas proporções, só fico aqui no aguardo do desfralde em proporções gigantescas E efetivas.

Ai, ai… se pelo menos a gente morasse perto da praia, né? Dava pra começar com o desbunde, que eventualmente a gente ia chegar no desfralde… Mas como que eu iria saber que um dia ele gostaria tanto de uma praia, gente???

PS: E hoje foi o primeiro dia que  Nic ficou com cueca por várias horas e sem acidentes! Aguardemos as cenas dos próximos capítulos! 🙂

Anúncios

15 pensamentos sobre “o desbunde

  1. Hahahaha, que fofo! Adorei a conclusão desbunde-desfralde.
    Bento ainda não conhece praia, mas acho que vai gostar… não sei da areia, mas do mar com certeza, ele adora água.
    As carinhas do Nic bebezico com aversão à areia estão demais… hahahha, tadinho!!
    bjos

  2. hahahahah!!!!
    mas é assim mesmo, lu, eles sempre acabam transformando os lugares.
    eu posso ir 20 vezes com o isaac no mesmo lugar que nunca é igual.
    uns dias ele ama, outros odeia.
    ms que ótimo o pequeno aí ter curtido a praia.
    adorei as fotos.
    e força no desfralde que uma hora a coisa acontece. cansa (nós estamos num perrengue brabo aqui com o número 2 que só aparece se for na fralda), mas acontece.
    e muitos vivas para a cuecância do nic!!!!

    bjo bjo

  3. Oba! Noticias fresquinhas (até demais né?)!
    A vida é assim mesmo Lu; qtas vezes nos deparamos com essas situações não é?
    Há tempo para tudo!
    Saudades, bjocas!Nicolas tá um gatinho!!!!!!!!

  4. Eu confesso q eu concordo com o Nic pequenininho eu nao suporto areia, bloqueador melequento, calor insuportavel, fico completamente angustiada. Mas qndo crianca eu curtia muito e fico feliz que ele esta aproveitando pq brincar na areia, na beirinha da praia e correr pra fugir ou alcancar as ondinhas é uma das coisas mais gostosas da infancia! Beijos e boas ferias pra vcs com muito desbunde e desfralde bem sucedido!

  5. bah, adorei este post, tá sensacional.
    e ensina que a gente não deve dizer nunca tal coisa ele não gosta. pq eles ainda mudam e muito. vou lembrar disso pro gabi tb!
    um beijão,
    mariana

  6. Fofissimo o Nick. Nao tenho saudade de desfralde, boa sorte kkkk

  7. Lu que post encantador (uma mistura de nostalgia com alegria!).
    E o Nic cresceu muito, das ultimas fotos que eu vi, que moco e quantas conquistas ne?
    O mar… ai o mar, que saudade e que bom que ele redescobriu e gostou do mar.

    Mulher, voce e’ dimais mesmo, sempre tao bem humorada, a foto com a tarja preta de censurado… so tu para pensar nessas coisas.

    E quanto ao desfralde, nao se angustia nao, na hora que ele estiver pronto, tudo acontecera naturalmente, como tudo na vida… ate o gostar do mar, aconteceu na hora dele.

    Abracos e otima semana para voces.
    Gra
    (meu Nic nao conhece o mar, mas essa semana acontecera o primeiro passeio dele com a escola, e para onde eles irao, para a praia…. pergunta se eu nao vou junto? rsrs bjinhos)

  8. Lá em casa o amor entre a Ísis e a praia foi imediato! Ela ama!

    Lu, obrigada pelo carinho lá no blog! Fiquei mega feliz com as suas novidades e teremos muito para conversar em comum, com certeza!

    Beijos,
    Nine
    http://minhapequenaisis.blogspot.com/

  9. Adooorei!!!! As fotos expressam perfeitamente o incômdo de antes!!!! Tadinho… rs Fases…..

    Beijos.

  10. Olá Lu querida, vc sabe que o meu filho mais velho, hoje com 21 anos, odiava e odeia a praia desde pequeno. Nao pisa no mar, nem na areia! Vai entender?? Sorte a sua do Nic estar numa boa agora.
    Adorei a foto censurada…rsrsrs!!!
    Beijos e uma ótima quinta-feira para vc!

  11. Ai Lu, que inveja do Nic!

  12. aahh que delicinha!
    que bom que ele gostou da praia dessa vez,,ele esta lindo Lu,uma fofura *-* !
    parabéns pelo “fiote” viu!

  13. Lu queridissima
    Que delicia as fotos do Nic! Adorei.
    Eu detestava areia e ainda nao gosto muito nao…rs.
    Grande beijo

  14. deserto-desertaço é óóótemo!!!
    estou adorando esse monte de foto!
    lu, queria pedir sua permissão pra reblogar no MMQD o seu dia-a-dia como empreendedora, aquele post maravilhoso, com fotos de seu home office?
    vc deixa?
    daí, quando vc estiver mais tranquila, vou pedir texto exclusivo também hihihi (sou abusada merrrrmo, pô!)
    beijos e saudades virtuais!

  15. Pingback: “Pequeno” guia do desfralde, parte 5 de 5 – Soluções pra alguns problemas « Nicolando por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s