O lado cômico da maternidade

Mãe de segunda viagem

33 Comentários

Agora não tenho dúvida que segundo filho é mais feliz.

cêjura?

Porque fala sério, quando o primeiro chega é aquela zona, né não? Pensa que tudo o que a gente conhecia até a chegada daquele ser pequeno e vulnerável envolvia quase que ZERO ROTINA e uma boa dose de carpe diem, né verdade? Era cinema a qualquer dia, shows, restaurantes, boteco com os amigos depois do trabalho, viagens a dois pra qualquer lugar, mas o principal: ninguém tinha hora pra acordar nos finais de semana, lembra? A gente tinha feriados, tinha férias.

Mas daí o bebê nasce e você leva aquele baque. De repente você se dá conta que aquela famosa história de nunca mais dormir é verdade. E com areia permanente nos olhos, você olha perdido pra aquela criaturinha que está há horas chorando e você não tem a menor ideia do porquê. E se desespera porque ela está a dias sem fazer cocô – ou porque passou um dia fazendo cocô demais. E tem medo de não conseguir pegá-la sem quebrá-la. E sofre muito ao primeiro sinal de gripe. E não consegue colocar uma fralda sequer sem que ela vaze. E não se lembra de nem uma música de ninar no momento que ela chora desconsoladamente.

Enfim, muito despreparo. Pobre criança. Mas como milagre ela sobrevive, vocês esquecem tudo e decidem ter outro rebento.

O segundo nasce e quanta diferença. Claro, desta vez seu maior desafio é aprender a se desdobrar pra conseguir dar atenção pra dois ao mesmo tempo – e mesmo assim, sempre vai ter um chorando, eles ou você. Mas no geral, você vai sentir como se o segundo viesse com seu próprio manual de instrução, como costuma dizer minha amiga Sut-Mie. Desta vez você não é mais tão sem-noção, tem o coração mais apurado pra sentir seu instinto materno e o melhor, sabe por experiência PRÓPRIA que tudo REALMENTE passa.

foto tirada pelo marido no nosso quintal

Outra coisa importante, é que diferente do primeiro, o segundo já cai numa casa com rotina estabelecida. Ou seja, o primogênito foi lá com seus bracinhos gordinhos e pavimentou todo o caminho pro irmão caçula andar sem muitos tropeços. Foi lá com a maior paciência e fez buraquinhos no obstáculo pra florzinha poder florir. É muito amor.

Além disso, essa querida cobaia o querido primogênito também te ensina um dos segredos mais bem guardados da comunidade materna: bebês também choram quando estão com sono. Parece mentira, mas é verdade, eles sentem muito sono, mas simplesmente não dormem, choram. E esgoelam. Dai você acha que é fome, dor, que o bebê não gosta de você, mas tudo o que ele queria era dormir, só que estava exausto demais pra conseguir pegar no sono.

Por isso, depois que você se torna mãe de novo, se sente a rainha da cocada preta, a detentora de todos os segredos maternos – e começa a se achar. Se acha tanto que além de blog, cria também fanpage no Facebook. Fanpeidge, gente. A que ponto chegamos. Sim, porque parece que essa é a tendência, já reparou? Mãe de primeira viagem cria blog, de segunda, fanpeidge. Olha ali na lateral do blog pra você não dizer que eu estou mentindo.

Como se não bastasse, ainda acha que encontrou o mapa da mina pra acalmar bebê, pra esvaziar o narizinho melecado e pra conseguir de volta as duas mãos que tinha perdido. E fez lista. Eis os ítens TOP FIVE que uma mãe de segunda viagem que se acha recomenda:

1. Sling tipo wrap

Super prático! Não passa de uma faixa de pano (malha) gigante, que você amarra como achar melhor. No manual eles dão várias ideias de diferentes tipos de amarração. Comecei com uma que a Lily ficava deitada lá dentro, mas achei muito dfícil amamentar assim porque ela ficava o tempo todo escorregando pra baixo. Então, assim que ela cresceu um pouquinho e deu pra ajeitá-la sentadinha, fiz do sling uma espécie de “camisa”, que pra gente funciona maravilhas. O meu é da Moby Wrap. Outro sling que a gente usa muito pra passear é o Ergobaby, melhor a medida que o bebê vai ficando maior, parece uma mochila.

2. Aspirador nasal

Juro que não sei como o Nicolas sobreviveu sem isso. Coitado do meu filho. Com ele a gente usava um bulbo simples, tipo uma pera, que a gente apertava, colocava no nariz e soltava. Sinceramente? Era uma porcaria, não tirava quase nada e ainda fazia o Nic chorar horrores. Esse aí funciona com a gente succionando, é super gentle. Tem de diversas marcas, mas o que temos é o da HydraSense, que vem com um filtro pra não deixar a meleca subir pelo tubinho (não acho que aconteceria de qualquer forma). Utiliza-se colocando soro fisiológico no nariz pra liquefazer a melequinha primeiro e depois aspirando. Sai tudo ou quase tudo, gente, é muito bom mesmo.

3. Baby sleep gown

Outro dia eu falei dessa camisola aqui. Não existe nada mais prático pra trocar fralda no meio da madrugada que isso, especialmente no clima mais frio. Levantou a camisola, trocou a fralda, pronto, já pode cobrir as perninhas de novo. Eu não sei como são chamadas no Brasil (aqui são sleep gowns ou sleeper gowns), mas sei que existem, pois a minha sogra nos mandou um de presente de lá. Outra coisa legal é que eles vêm com uma luvinha embutida que aquece a mãozinha de noite sem ficar saindo.

4. Baby sleep bag (sac0 de dormir)

Super recomendo pro clima frio. Prático (tem um fecho da lateral até a parte de baixo), quentinho e muito seguro. Nada daquelas mantas enrolando o bebê de noite com risco de cobrirem o rosto e atrapalhar a respiração.

5. Balde

Esse é o ofurô moderno dos bebês. Bom especialmente pra acalmar e relaxar, apesar de não muito prático pra realmente dar banho e limpar o bebê. A Lily chora muito menos no balde que o Nic chorava tomando banho na banheira. Acho que por ser mais aconchegante.

E você, sugere mais algum item indispensável nessa seara materna?

Anúncios

33 pensamentos sobre “Mãe de segunda viagem

  1. Fico tao feliz quando tem post novo seu!!
    Mas isso tudo eu ja tinha descoberto, quando tive o meu segundo bebê. Mas vou dizer que detestei baby gown. Mas sou fanzona de cadeiras inclinadas de balanço. No fundo, toda mae vai ter ali seu top five do que funciona com recem-nascido, porque isso é muito particular, tem a ver com o temperamento, com o ritmo da pessoa.

    Mas vc escreveu umas boas verdades: nunca mais dormir de fim de semana (eu nem queria mesmo!) e, no primeiro filho, um acaba chorando, o bebe ou voce. Hahaha!, eu chorei muito com o joaquin, mas com a elena, eu so chorava de raiva porque eu queria ficar na internet ate tarde e tinha de ir dormir cedo (pra guentar a madrugada). Mas ser mae é isso, SAIR DE SI MESMA. A gente vai pro ceu acordando cedo de domingo (ano apos ano) e dormindo mais cedo pra trabalhar de madrugada. Ceu, mesmo. beijo

    • Também sou fã das cadeirinhas, Mari! Acho que só não coloquei nos top 5 porque quando escrevi Lily ainda tava pequena demais pra ela. Agora já estou usando, apesar dela não ficar nem 10 minutos. Eu tb, tem dia que fico doida pra blogar, pra desenhar, pra assistir um filme até tarde, mas não da. Além deu ter sono muito cedo, não conseguiria o batente no dia seguinte! 🙂

  2. Olha, Lu, eu tô acostumada com filho bonito, afinal tenho 3 (rá!), mas os seus… Nossa, tô babando! Vc tá de parabéns por essas 2 crianças tão, tão lindas! Agora me dá até uma vontadezinha de ter mais um para testar o sleeper gown e o sleep bag. Como é que eu tive filho sem isso???
    Super bjoo,
    Camila
    http://www.mamaetaocupada.com.br/blog

  3. Uma Boneca Lú!!
    Descobri que as coisas são bem mais fáceis com o segundo filho. Se soubesse disso teria tido antes por que a diferença de idade de quase 10 anos não permite tanta integração entre as crianças quanto eu gostaria. Quem sabe vou para o terceiro…depois eu conto! rsrsr
    Lindos seus pequenos..
    bjos

  4. Ainn que lindos… 🙂 Todo mundo fala que segundo filho eh mais facil. bjnhos, Lu.

  5. Lu amiga querida do meu coraçãozinho!!!!!!!!!!!

    ADOOOORO seus textos, TODOS,100% deles… amo horrores!

    Vamos lá:
    1) QUE OLHO É ESSE DA LILY???? Hein??? Hã???? Seguraaaaa que a menina, que já é LINDA, vai arrasar quarteirão pelo Canadá!!!!

    2) o Nic é lindo… um amor… e eu adoro ele!

    3) Vou entrar na sua funpage do FB, mas eu não sei mexer no computador (lembra que eu sou horrores de burra? pois é…), e se mesmo fuçando no FB eu não conseguir, vou te mandar uma msg por lá…. =)

    4) ADOREI a lista!!! ADOREI!!!! Acho que eu mudaria a ordem, pq PARA MIM, o saco de dormir foi algo mais do que incrível e maravilhoso, foi o meu melhor amigo para todas as horas no inverno! Saco de dormir mil vezes! AMOOO!! Aliás, vc sabe se existe algo assim para 15/18 meses??? Eu não acho aqui no Brasil e sequer achei na Babies R Us (ou Carters)? Vc sabe indicar alguma loja (mesmo aí ou nos EUA) para comprar, que qdo alguém for que eu conheço, é só mandar entregar no hotel…. e sempre tem alguém indo, então… MIAJUDA? =) Amooo!!!
    O wrap sling tbm foi fundamental na minha vida, mas não de RN e sim de Laura com 6, 7, 8 meses. Só andava com ela no wrap sling. Sempre. Always.
    Aspirador nasal, esse lindo… como eu o amo… aqui em casa a gente usa o Nosefrida, pq foi a única marca que foi recomendada, bom saber da sua!!!
    Balde não usamos mto… algumas vezes, sim, mas não mto. A Laura não curtiu (ou fui eu?)… =)

    Eu adorei a lista, nela eu colocaria o cueiro, que usei mto – mas é coisa de gente mais velhinha, né? eu adorei o cueiro. Eu usei muito o moisés, pq eu não quis que a Laura dormisse conosco, que tinha medo do Rodrigo virar em cima dela (qto tempo perdido, quanto trabalho não poupado, quanta intimidade jogada no lixo com esse medo besta). Infelizmente, ela dormiu no moisés e foi mto útil, mto mesmo!!!

    Essas cadeirinhas de balanço tbm foram beeeem úteis, a Laura adorou, ficava nelas o tempo inteiro, dormia nelas, acordava, brincava….

    Querida, saudades dos seus posts, mas mto feliz por saber que vc está vivendo um momento mto pleno e gostoso!!!!

    Beijos grandes!!!!

  6. Oi Lu, ainda não tenho o segundinho e acho que nem terei, mas suas dicas são ótimas. Imagino mesmo que deve ser bem mais tranquilo do que o primeiro, onde a pressão e a inexperiencia matam a gente. Sobre os itens, esse sling parece ser muito legal mesmo, mas não é dificil de usar? Eu tenho outros 2 tipos e não me adaptei. Qto ao balde, Clara detestava. hehe
    Agora esse do narizinho parece ser bem bom mesmo, nunca vi por aqui.
    Beijos

  7. Oi Lu,

    concordo que a vida com o segundinho é beeeeem mais tranquila. A começar pela fralda, que não precisa de dois adultos pra troca-la. rsss

    E você disse uma coisa que eu sempre digo: minha vida mudou completamente quando eu descobri que meu filho chorava era de sono. Não era dor, não era fome, frio ou calor, mas só sono. Ai que libertação.

    Toda vez que vou visitar uma recém-mãe dou essa “dica de ouro”.

    Porque mãe de dois se acha, né?

    beijocas

    • Não é, menina? A gente recebe tanto palpite, mas esse aí seria de ouro! Nic sofreu tanto por eu não saber disso… Demorei meses pra descobrir!

      Beijos!

  8. Oi amiga!!
    Adorei o post com as dicas..
    Realmente dá pra perceber q o segundo filho é mais sossegado…
    Afinal as mamãe já sabem como fazer neh..
    Gostei dessa camisolona q vc coloca na Lily..
    Acho q aqui no Brasil (pelo menos onde moro) Não tem isso não!
    Um beijo e obrigada pelas dicas..

    • Sabrina, não sei onde vc mora, mas sei que no Brasil tem sim. A gente mesmo ganhou uma que minha sogra nos enviou, comprada aí (em BH).

      Beijos!

  9. Oi Lú!!!! Engraçado…ontem mesmo eu e meu marido, conversávamos sobre isso….sobre como Lara “sofreu” nas mãos desses pais aqui de primeira viagem, que não tinham a menor idéia do que cada choro significava, que não sabiam colocar a fralda direito, que não agasalhavam ou agasalhavam demais essa “criaturinha”….demos muita risada, mas fico com muito peso na consciência também! rsrs! Agora com o Lucas chegando, acho que vou ter a mesma experiência que vc! Já me sinto bem mais preparada, mesmo antes dele nascer! E sobre o choro de sono…..falou tudo! Pq não nos falam isso qdo temos o primeiro filho não é?? rsrsrs! Um beijão!!!

    • Marina, filhos de pais de primeira viagem deveriam receber medalhas! A gente é TAO sem noção, que fico até com dó deles! Hahahaha

  10. Adorei seu post..adorei o seu blog..vou passar sempre por aqui..bjus

  11. Adoro seus posts Lu (novidade), mas o que eu fico boba mesmo é com as fotos que vc coloca, fico suspirando, eles são mto lindos… Apesar de ser mãe de primeira eu super concordo com a lista 😀 Bjos.

  12. Lu, serio que a introducao de solidos por essas bandas é mais suave? entao, como eu sei que voce vai postar sobre isso quando a lily comecar a comer, nao vou te perguntar como é e vou ficar esperando seus posts. A nao ser que eu tenha outro glutao (o joaquin era glutao), nao vou radicalizar. ja apanhei demais com a nao-glutona daqui de casa. Mas com o joaquin foi assim mesmo, na primeira semana suco e fruta, na segunda, almoco e jantar. A elena, que tinha outro pediatra, so foi jantar depois de um mes (quer dizer, nao-jantar, porque ela nao comia). Enfim, ja sei a quem recorrer quando o bicho pegar!! beijao

  13. Lu, amiga!!

    Você recebeu meu e-mail de ontem??? Mandei no lu.azevedo.costa e no lu-illustration.

    Me responde, tá? Quando puder, eu sei que é corrido…. quando der tempo, me responda, que estou esperando aqui!

    Beijocas, sua linda com seus lindos!

  14. lindo post, lindas fotos, ótimas dicas.

    bjo lindona

  15. Luciana, venho lendo seu blog há algum tempo, me dirvirto e me identifico muito com suas histórias. Este seu ultimo relato foi ótimo. Apesar de eu nem sonhar em ter outro filho, t bém me sinto mais segura depois de sobreviver ao primeiro ano. Dos seus 5 itens básicos de sobrevivencia só não usei dois, a pera (uma pena pois adoraria ter achado uma desta!!) e a camisola, Francisco não ia ficar bem nela. O wrap sling é nosso companheiro desde o primeiro mês, Chico ao ver o pano passando já vai para a porta, é o sinal de sair.Obrigado por partilhar suas aventuras.

    • Cláudia, eu já vi uns baby gowns lindinhos pra meninos aqui também! Eu não me importaria em usar um num menininho não (mesmo que fosse rosa!), pois acho que o que vale mesmo é a praticidade. Sem falar que é só pra dormir!

      E ó, até Nic fazer 2 anos eu tb nem sonhava em ter outro filho viu? 😉

      Fofo seu filho associar o sling com hora de passear! Muito esperto!

      Beijos

  16. Lu querida, que post mais lindo. Adorei o modo como você fala do segundo filho. Tô aqui numa dúvida e num medo terrível de ter o segundo filho. Não quero ficar só no primeiro, mas só de pensar em tudo de novo, acabo me descabelando,rsrsrs mas o seu post foi super animador viu, fiquei muito feliz em lê-lo. E sua bonequinha está linda demais, quanto cabelo meu Deus, linda. Bjs e fiquem com Deus.

    • Eu to indo pro terceiro filho…

      nao tenha medo; voce tem nove meses pra se preparar…

    • Muito obrigada, Flávia! Pois eu, não tinha a menor duvida de que NÃO teria o segundo. E acabei tendo, por pura vontade que de repente tomou conta de mim. E apesar da loucura, não me arrependo nem por um segundo, viu? Tem sido muito bom!

  17. amey as dicas! mesmo sendo uma mãe de primeira viagem digamos que experiente! hehehe
    aque lindo, agora que vi que tu mudou o desenho da lily’s lá encima!

    beijãaaaaaos

  18. Lí teu post faz uns dias e quando ia comentar Gui acordou e fechei tudo. Vamos ver se lembro tudo que queria comentar e tava fresquinho na memória: 1) Lily tá cada dia mais linda, o que é essa combinação de olhos azuis com cabelos pretos? Um arraso! 2) Aquela foto tirada no quintal é verdadeira ou tem photoshop? Surreal! 3) Fanpage curtida! Quem sabe ano que vem eu também não crio uma? 🙂 4) Só fui notar agora que a Lily da ilustração ganhou cabelos!! 5) Adorei as dicas! Não conhecia a camisola nem o saco de dormir que veste, muito perfeito! O Gui acorda sempre destapado no meio da noite, vou ver se encontro por aqui!
    Beijo grande em vocês!

    • 1) menina, aqui em casa ninguém tem olho claro, mas meu avô tinha. Não sei se vão continuar azuis, mas que estou achando lindo, estou. 2) a foto do quintal é verdade sim!!! 3) cria, cria! 4) até que enfim, a peruquete! Hahaha 5) eu estou achando ambos super práticos! Recomendo.:)

      Beijos!

  19. Oi Querida!
    Tem selinho e desafio pra vc no meu Blog!
    Beijinhos!

  20. Lu, to de blog novo, agora só meu. Me visita? http://calmasouumaso.blogspot.com.br/. beijo.

  21. Acabei de ver que voce já ta me seguindo. eeeee!! 🙂

  22. Lu, vou te contar um segredo, ta? A elena nao tem horario pra tirar soneca ate hoje! nao tem rotina pra tirar soneca, nao tem horario pra comer, eu nunca consegui instituir nada com ela. De horario fixo, so o de acordar e o de dormir a noite. Ela dorme quando tem sono, pula soneca se for preciso, dorme no carro de o balanco tiver bom, come quando o irmao come – esse sim tem hora pra comer porque ele é esfomeado. eu chamo ela de espirito livre! Mas se eu fosse realmente me preocupar com isso, tava ferrada! Nao sei se isso tudo tem a ver com a alimentacao ruim dela (pra mim, sono e alimentacao estao altamente ligados), ou se ela é assim porque ela é assim. So sei que eu tenho um rotineiro e uma maria-vai-com-as-outras!
    beijo! aparece prum café!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s