O lado cômico da maternidade

Para uma melhor viagem de avião… com criança

70 Comentários

Desde que viajamos com o Nicolas, com 5 meses de idade (e constipado), da Australia pro Brasil, que venho ensaiando escrever um post com dicas pra facilitar a vida de pais que se aventuram a viajar com crianças.

Mas eu tava com uma preguiça danada…

Então, juntou que já tenho um monte de dicas anotadas, que estamos vivenciando uma longa viagem de múltiplas paradas com o Nic que agora tem quase 1 ano e meio, e que li este post da Roberta no Piscar de Olhos indicando dicas de outras mamis viajeiras e encorajando outras que viajam a fazerem o mesmo, que pensei que é chegado o momento de compartilhar nossa experiência viajando com criança.

Vou começar com dicas pra viagens de avião, depois qualquer dia volto com dicas pra viagens de carro, hotéis, passeios e malas, e no final vou tentar incluir algumas pra se viajar na Australia com criança.

Qualquer correção ou adição será bem vinda e adicionada ao post.

Voo Dubai – Perth, inacreditávelmente vazio. Março 2009.

1. Check-in online e escolha do assento

Se sua companhia aérea tem esta opção, não deixe de fazer o check-in online, 24 horas antes do voo. Essa é oportunidade que temos de escolher os assentos mais convenientes e requerer um bercinho portátil e comidinhas especiais, se a companhia oferecer. Quando você requere o bercinho, seu assento será automaticamente os primeiros da fila (mais espaçosos). Mas importante: se seu filho já é maior e não vai usar o bercinho, o melhor é escolher outro assento, já os da frente não levantam os braços, o que impossibilita as crianças de se esticarem pra dormir no colo dos pais.

Nossa experiência: Na Emirates eles têm a opção de bassinet, um bercinho de tecido preso na parede na nossa frente. A gente usou as mantas e travesseirinhos que eles dão pra forrar o fundo. As dimensões do berço não são grandes (eles recomendam pra até 12 meses, e o Nic com 6 meses já não caberia), mas pode ser bem conveniente pro bebê brincar sentado lá dentro, enquanto a gente come, por exemplo.

Já pela Qantas, se não tivéssemos feito o check-in online, eles teriam colocado eu e o Rafa (com o Nicolas) em poltronas separadas (mesmo tendo a opção juntos). Estranho… E na última viagem, o sistema deles estava fora do ar, então tivemos que fazer o check-in normal. Resultado: fomos parar nas poltronas 42, última fila do avião…

2. Documentos

Mesmo bebês de 1 semana de vida precisam de passaporte pra viajar internacionalmente (fora da América do Sul), visto se necessário e sua própria reserva de voo.

Nossa experiência: o Nicolas nasceu na Australia, mas é brasileiro, pois temos visto de residência temporária e não permanente. Mas conseguimos tirar o passaporte dele através do consulado do Brasil em Canberra pelo correio, só tendo que enviar foto, registro de nascimento (tirado na cidade onde ele é natural) e pagar a taxa. Pro visto, enviamos o passaporte dele pra Embaixada Australiana em Perth que reconheceu nosso visto e concedeu o mesmo a ele, sem burocracia, de graça e tudo pelo correio.

3. Restrições

Acho que hoje em dia todo mundo sabe, mas vale a pena repetir que não pode levar frascos com líquidos maiores que 100ml. No entanto, frascos com água e mamadeira pra bebê é liberado.

4. Carrinho

Vale a pena levar, pois será útil tanto no aeroporto, quanto na cidade. Alguns aeroportos permitem que você chegue com o carrinho até a porta do avião, o qual estará na porta na hora de você sair.

Nossa experiência: Aqui na Australia eles não permitem isso, mas costumam fornecer uns carrinhos (apesar de meio sujos e só pra bebês que já sentam, pois não reclinam). Em Guarulhos só quem empresta carrinhos é a TAM (e também não sei se permitem seu próprio até o avião). A infraestrutura do aeroporto de Dubai foi a melhor que já vimos pra se viajar com crianças: tem carrinhos novinhos que reclinam um pouco e tem banheiro com trocador em todo lugar.

Outra coisa boa que fizemos foi levar o canguru, onde o Nicolas dormiu a maior parte do tempo (só no aeroporto, não pode ser usado no avião). Hoje em dia a gente deixa ele andar à vontade no aeroporto, até cansar… fica mais fácil pra fazê-lo dormir no voo mais tarde.

5. Bagagem de mão

Leve somente o essencial: uma opção de roupinhas quentes e outra de roupas leves, brinquedos, o “lovey” (aquele paninho ou ursinho que ele não larga pra dormir), a chupeta (se ele usa), o copo de água, sua colher (eu sempre levo, pois as do avião são grandes demais), os itens pra trocar fralda todos juntos, potinhos com fórmula e mamadeira (se o bebê não mama no peito) e uns lanchinhos (se ele já come). Recomendo fazer uma lista dos itens que nunca podem faltar e usar sempre esta lista pra qualquer viagem que façam.

6. Fraldas e idas ao banheiro

Eu costumo levar 1 fralda pra cada 2 horas de voo e lencinhos umidecidos num compartimento plástico da Huggies próprio pra viagens (é fino e não ocupa muito espaço). Se seu suplimento de fralda acabar, eles têm no avião. Assim, já deixo 1 fralda com os lencinhos enrolados naquele protetor alcochoado (change mat) e é só o que eu levo pro banheiro apertado do avião – nada de bolsas gigantes mais bebê lá dentro!

7. Distração durante o voo

Se o voo é diurno, brinquedos são essenciais. Leve os brinquedos favoritos do seu filho (desde que não sejam grandes e barulhentos) e surpreenda-o com alguns inéditos. Eu costumo levar muitos, mas todos pequenos, incluindo livrinhos, chaves, carrinhos (que o Nic ama!) e potinhos de tupperware pequenos com coisinhas dentro, pra ele ficar abrindo e fechando, tirando e pondo. Outra coisa que o Nic gosta é ficar olhando pela janela, e eu contando que a gente tá vendo nuvens, sol, céu. Da última vez, também levei uma calculadora de 5 dólares pra ele brincar de apertar e levei nossos narizes de palhaços e óculos de olhos que saltam. Sorte que não precisamos usar os últimos. :-) Pra crianças maiores, sempre é bom levar um smartphone ou tablet com seus apps favoritos, massinha de modelar, moldes pra massinha, papel e lápis de cera, adesivos, papel colorido e cola em bastão.

E prepare-se com uma boa dose de energia e disposição pra distraí-lo por horas! Você vai precisar.

Nossa experiência: o voo da Emirates é ótimo pra crianças. Eles têm tela individual com filmes infantis, desenhos e jogos e um controle remoto com inúmeros botões iluminados (só isso já vale pra mantê-los distraidos por um bom tempo). Eles também dão puppets de mão, um kit de cuidados com o bebê e papinha no voo (apesar do Nic não comer). Ah! E eles também tiram foto da gente com a criança com uma polaroide! Na Qantas, alguns aviões têm tela individual, mas sem controle remoto e eles dão um kit pra colorir.

8. Cinto de segurança

Pra crianças que vão no colo, tem um cinto próprio pra eles, que fica preso no seu. Tem que usar toda vez que os sinais pra usar estão acesos, ou seja na decolagem, aterrissagem e nas turbulências. É necessário, mas não deixa de ser muito chato, principalmente quando o bebê está dormindo e pior ainda se ele está dormindo no bercinho.

Nossa experiência: no voo de Dubai pro São Paulo tem muita turbulência (culpa daquela meso-oceânica! :-)) e várias vezes tivemos que tirar o Nicolas, que finalmente estava dormindo, do bassinet, passá-lo pro nosso colo e colocar o cinto, no que ele SEMPRE acordava chorando e pra 1 minuto depois a turbulência passar. Mas por outro lado, seria total irresponsabilidade nossa não usar o cinto quando indicado.

Também tentamos manter o Nic no canguru durante o voo, mas eles não deixam. Nunca entendi porque… Se alguém souber…

9. Assento pra criança e bebê conforto

Até dois anos de idade criança não paga passagem e viaja no colo, mas se seu filho já tem mais de 1 ano e você tem condições, recomendo fortemente comprar um assento só pra ele se a viagem for longa. A maioria das companhias permite e inclusive recomenda o uso do bebê conforto nesse caso. Mas atenção, pois apesar de mais seguro, é bem burocrático o uso de cadeirinha de carro no avião. Você tem que conseguir autorização pra companhia área pelo menos 24 horas antes do voo e a cadeirinha tem que ter o selo de segurança do país (pelo menos é como funciona aqui na Australia).

Outra vantagem do assento só pra ele, é que não precisamos dividir as refeições com ele. Comidas especiais pra bebês podem ser pedidas na hora de fazer a reserva ou o check-in online, apesar que nunca chegamos a fazer.

Nossa experiência: a gente levou o bebê conforto do Nicolas no ultimo voo de 6 horas e valeu muuuuuito a pena, principalmente porque ele está acostumado com viagens de carro. Ele se comportou bem e ficou na mesma altura da bandeja, o que foi ótimo pra ele rabiscar com seus gizes de cera.

10. Stop over

Se o voo for longo demais (15 horas pra gente é o limite) recomendo quebrar a viagem e parar nem que seja 1 dia numa cidade no meio do caminho. É a oportunidade de dormir numa cama antes de seguir a viagem, comer direito e respirar outros ares, além de poder conhecer um novo lugar, quem sabe. Muitas companhias aéreas têm a opção de ‘stopover’ na hora de marcar o voo.

Nossa experiência: 28 horas entre Australia e Brasil seria cruel demais, com a gente e com o Nicolas, então paramos 3 dias em Dubai na ida e 1 dia na volta. O unico inconveniente foi ter que pagar 300 dolares por todos, pelo visto de turista, mas não conseguiria imaginar termos voado direto. Sem falar que nos divertimos muito, conhecemos um lugar espetacular e ajudou na adaptação gradual do fuso horário. E na viagem pro Canadá, vamos fazer a mesma coisa e parar por alguns dias no Hawaii. Nada mal, né?

11. Comida e líquidos

Os horários de comida são meio imprevisiveis no avião e a gente nunca sabe qual será a reação dos nossos pequenos quando a comida chega – o Nic não come quase nada! Então eu sempre levo lanchinhos leves como backup: iogurtes com o mínimo de açúcar em uma bolsa térmica pequena, sanduichinhos de queijo com ricota, biscoitos de arroz ou maizena, barra de cereais pra crianças, queijo picadinho. Frutas secas é uma ótima pedida, mas o Nic cospe tudo. E eu levo tudo numa tupperware achatada, daquelas com compartimentos pra várias comidas diferentes.

E se seu filho come papinhas Nestlé, em todo voo que fizemos até hoje nos foram oferecidas, tanto a salgada, quanto a de frutas.

Água eu só levo uma garrafinha pequena e o copo dele com válvula (senão ele entorna, cospe e quer brincar), mas nos aviões costuma ter uma “torneira” perto da cabine onde a gente pode pegar água mineral (na Emirates tem). Se não, o jeito é ficar chamando os atendentes e pedindo água.

Suco o Nicolas não toma regularmente, mas em voos e viagens em geral é liberado (com controle). Tome cuidado se o suco tiver muito açúcar, pois não é recomendado pra crianças em voo, que ficam mais alertas que o normal.

Pra quem por algum motivo não amamenta, leve a fórmula do bebê em uns potinhos com compartimento pra dosagem certa e pelo menos 2 mamadeiras com água na quantidade exata. Se precisar lavar mamadeira tem que levar a buchinha pra lavar.

Remedinhos e homeopatia pode levar também, desde que em frasquinhos pequenos. Remédio controlado precisa da receita médica.

12. Seja flexivel

Se em geral seu filho só toma água, não come industrializados e assiste pouca TV, relaxe. Permita sucos e iogurtes industrializados, brincadeiras com o ipod e muita TV. No final das contas eles entendem que essas regalias são restritas a ocasiões especiais.

13. Hora de dormir

Bebês pequenos dormem mais facilmente, normalmente mamando, mas se você consegue fazer seu filho de mais de 1 ano dormir num voo, parabéns, você é uma mamãe vencedora! E pra tentar atingir este feito tem que usar muito a imaginação pra improvisar as condições que seu filho esteja habituado pra dormir, só que em meio a luzes, movimento, barulho, piloto falando e o tal do “pim!” toda hora. E veja bem, não vale soníferos, mas vale cantar, pegar no colo e ninar, tampar com uma manta tipo cabaninha pra ficar mais escurinho, contar historinhas, colocar os foninhos do ipod perto do ouvido dele com musicas de ninar ou deitar espichado nos colos da mamãe e do papai. E se algo disso funcionar, aproveite e não deixe de dormir também!

Nossa experiência: Na viagem pro Brasil, o Nic tinha 5 meses, estava constipado, sofria com refluxo, e portanto estava super incomodado durante o voo (tadinho…). Ele não aceitava ficar deitado, só queria colo, acordava com facilidade e mais: naquela época ele estava acostumado a dormir sendo embalado enquanto a gente dançava ao som de Falamansa! Isso mesmo! Então o que eu fiz, foi levar o ipod (totalmente recarregado) e segurar os fones perto do ouvido dele enquanto eu, em pé no voo, dançava um forró pra fazer ele dormir! Algumas pessoas riam, outras olhavam sem entender, mas eu não tava nem aí, só queria que o Nic dormisse!

14. Pressão e dor de ouvido

Eu sinto essa dor na aterrissagem de todo voo longo e é MUITO ruim, então entendo o que as crianças sentem. O que alivia pra eles é peito, mamadeira, chupeta e… o “Mickey” na hora da aterrissagem. “Mickey” é colocar dois copos de plástico, um em cada ouvido, com um pouco de guardanapo embebido em água quente (tem que escorrer a água que sobra). Você pode pedir pros atendentes que a maioria conhece e pra mim o vapor minimiza bastante a dor.

15. Atendimento preferencial pra quem viaja com bebês

Já usamos no aeroporto de Guarulhos e em Dubai pra fazer o check-in e entrar no avião primeiro. Na Australia não existe.

16. Os outros passageiros

Por fim, não se sinta culpada pelas estripulias e falatório do seu filho durante o voo. Peça desculpas e tente controlar se seu filho cutuca as pessoas, balança o assento delas ou joga brinquedos ou comida nelas, mas não se desculpe por seu filho correr, rir, falar e chorar. Mesmo que ele chore muito. Isso acontece e faz parte de qualquer voo, pra qualquer lugar.

PS:Mais dicas nesta entrevista que eu e outras mães demos pra iG Delas. Passa lá!

PPS: A Luciana Misura escreveu um post ótimo falando dos prós e contras do voo noturno e diurno.

About these ads

70 comentários sobre “Para uma melhor viagem de avião… com criança

  1. Adorei seu post! Estou planejando minha viagem com o Theo (1 ano e 3 meses) pra Nova York. Então, suas dicas foram mais que bem-vindas!

  2. A gente só viajou com Bruno uma vez, pra São Paulo, pela Web Jet, ele tinha 11 meses.
    Foi super estressante.
    Ele, acostumado a dormir no silêncio, sendo embalado na rede, só dormiu quando desmaiou de sono. E mesmo assim, foram só 40 minutinhos de descanso ( e duas horas de choro).
    Como ele mama e a viagem era no meio da manhã, não tivemos problemas com comida. Levamos uns biscoitinhos, água e muito peito.
    Tentamos reservar os primeiros assentos, mas por alguma razão misteriosa (que eu só descobri na hora), os primeiros assentos que apareciam no mapa pela internet, não eram os primeiros assentos reais! Daí que a gente foi no maior aperto e ainda com um estranho do lado.
    O sling ajudou a fazer ele dormir no avião. Em algum momento tive que ficar em pé lá na frente, balançando ele no sling até ele dormir. Também é muito útil em todo o processo de embarque/desembarque.
    Teria sido bom ter a cadeirinha do carro, fica mais fácil controlá-los. Porque meu filhote não aceita ficar sentadinho no meu colo, mas fica numa boa na cadeirinha. Mas pra isso a gente ia ter que pagar assento extra…
    Ah, também tinha lido antes sobre o cinto de segurança para bebês, mas no nosso vôo não teve isso. Não sei se é só para vôos internacionais, ou se a empresa aérea em questão não oferece.
    Provavelmente não teremos que viajar de avião com o filho por um bom tempo. Acho que maiorezinhos fica mais fácil de distrair. E ele ficam mais compreensivos, né?

    Beijos.

    Aline.

    • Ei Aline!

      Sabe que isso tambem aconteceu comigo uma vez, de escolher os assentos achando que eram os primeiros mas nao eram? Ainda bem que a viagem era curta.

      E o Nic tambem nao fica no colo muito tempo, mas na cadeirinha se comporta como um anjinho… E pra pagar menos (ja que nao é facil adicionar o custo de um acento) tentamos marcar as viagens com o maximo de antecedencia, as vezes 3 meses antes… dai sai mais barato…

      E estranho vcs nao terem tido cinto de segurança pro Bruno… a gente ja viajou com o Nicolas pela Varig e TAM e as duas tiveram.

      Antes todos diziam que viajar com bebe pequeno é mais facil que com criança maior, mas eu discordo. Sou da mesma opiniao que vc que eles entendem mais, se adaptam melhor e sao mais facieis de distrair. Beijos!

  3. Pingback: Essas Mães Viajam (Atualizado) « Piscar de Olhos

  4. Eiiiiiiiiiiii! Quanta saudade! Ficou perfeito esse blog com uma aula sobre viagens e crianças.
    Aprendi tudo, mesmo não precisando usar nada disso por um bom tempo.
    Estamos ansiosissimos pra reve-los todos de novo.
    Façam o que for preciso e mais confortável pra que cheguem aqui sem traumas e experiências desagradáveis.
    Bjos
    Tia Fafá

  5. Luciana, amei. Moro na Australia tambem, adelaide! Temos 2 filhos, sempre viajamos com o mais velho, a empresa sempre pagou assento pra ele, mas agora o mais novo tem 15 meses e nao temos assentos…temos q comprar p nos 4…vamos p brasil em Maio…ptz…nao queria gastar mas acho q nao tenho condicoes de ter o mais velho de 6 anos dormindo com a cabeca em mim e o pe no meu marido e ainda segurando o mais novo no colo….vc sabe bem q NUNCA sobra espaco vazio nesses voos…..Acho q vamos ter que morrer nessa grana….ou entao essas ferias vao ser um desastre. Fomos ano passado e meu mais novo tava com 1 mes….foi facil pois conseguimos o berco….agora as coisas mudam…ainda mais q ele nao dorme no colo, nao consegue….so dorme no berco…
    Mas adorei suas dicas..bjsss

    • Ai menina… se ele não dorme no colo de jeito nenhum e ainda tem o de 6 anos, melhor espremer o bolso e tentar comprar um assento pra ele mesmo… Talvez levando a cadeirinha de carro (apesar de ser outro item pra carregar) ele durma melhor. A gente experimentou sem a cadeirinha num voo curto e nao foi bom nao, pois a cadeira normal é grande demais e nao é como o bebe conforto que “molda” as costas da criança.

      Então boa sorte com a viagem! Aproveita bem esse nosso país… tô morrendo de saudade de lá!!!

      Beijos!

  6. Pingback: Tweets that mention Para uma melhor viagem de avião… com criança « Nicolando por aí -- Topsy.com

  7. Vou viajar pro Japão com minha filha de tres anos. Vou de Emirates, pois pela pesquisa que fiz foi a companhia que oferece mais facilidades pra quem viaja com criança. Sei que tenho prioridade no assento da frente (bulkhead), mas será que vale a pena uma vez que o brço não se move por causa da mesinha e video que fica guardado dentro. Estou com essa dúvida. Por favor me ajudem. Brigadao pelas dicas. Adorei.

  8. Ei Meire, obrigada pela visita!

    Olha, eu acho que vc fez a escolha certa, viu? A Emirates eh bem friendly pra quem viaja com criancas. Agora, se sua filha ja tem 3 anos e o portanto o proprio assento, eu nao pediria o berço nao (o berço é opcional e eles o instalam pouco antes da decolagem). Pois realmente a gente fica sem espaço – é dificil abrir a mesinha e tal.

    Tenta somente conseguir o assento da frente, pois é bem mais espaçoso e vc pode até improvisar uma area pra sua filha sentar no chao e brincar, mas sem pedir o berço. E com o video que tem tirar de dentro do assento, eu ate prefiro, pois no final das contas a telinha fica mais perto (meu filho adora tocar a tela e na ultima viagem, pela Qantas, a tela ficou la longe e ele queria ficar em pe so pra encostar a mao…).

    Espero ter ajudado em alguma coisa!

    Beijos

    • Ajudou muuuito Luciana. Vou pedir o assento da frente, a comida infantil e o carrinho de bebe no aeroporto de Dubai, alias, essa é outra duvida que eu tenho. Quando eu fizer o check in on line já posso pedir isso? E qdo chegar em Dubai qual o procedimento para pegar o carrinho?
      Mais uma vez obrigada. Parabens pelo blog.

      • Ei Meire!

        Eu nao cheguei a pedir comida especial pro Nicolas na Emirates, pois na epoca ele ainda nao comia. Mas eles ofereceram papinha Nestle pra todo mundo que estava com bebê (nao precisa pedir com antecedencia). Agora, se vc quer uma comidinha especial, tipo vegetariana ou algo assim pra sua filha, vc pode pedir na hora do check-in sim.

        Ja o carrinho, é a coisa mais fácil do mundo. Nao precisa reserva nem nada. Os carrinhos ficam em stands espalhados por todo o aeroporto, é só chegar e pegar. É livre pra qualquer um. Vc vai ver facilmente, sao todos vermelhos…. Entao, assim que vc despachar o seu, ja vai direto a um dos stands e pega um, que deve ser deixado na porta do aviao.

        Um abraço!

  9. oie!!!sou mae de primeira viajem..vou levar meu pimpolho LORENZO de Porto algre a milao…ele estara com 3 meses partiremos dia 5 de maio.entao valeu as dicas amei..bj

  10. Oi Luciana! Pesquisei sobre viagens com bbs de 01 ano e encontrei sua página! Muito obrigada pelas dicas!! Nossa previsão de viagem pra Paris é em Outubro… e já será bem frio por lá, além disso meu esposo sairá de férias mês que vem e estamos planejando vários passeios. Suas dicas foram ótimas!! Muito obrigada! Bjaumm.

  11. Nossa, adorei seus comentários…
    Estamos indo para a Finlândia (eu, meu marido e o nosso Nicolas de 2 anos e 2 meses) agora dia 16 de julho, com parada em Amsterdam, confesso estar um pouco apreensiva… Primeiro porque eu mesmo não gosto muito de viajar de avião e segundo pelo próprio Nicolas.
    Um ponto bom, como você comentou, é que o vôo será a noite e Graças a Deus, quando o Nicolas está bem cansado dorme em qualquer lugar, apenas terei que durante o dia, conseguir mantê-lo acordado.
    Obrigada por todas as suas dicas, com certeza muitas delas me ajudarão durante nossa viagem.
    Beijinhos
    Michelle
    Curitiba- PR

    • Oi Michelle! Finlandia… wow, que legal! Eu tenho vários colegas que ja trabalharam lá e sempre contam algo interessante sobre o pais.

      E que bom que você gostou das dicas! Espero realmente que possam te ajudar de alguma forma. Eu sou sempre solidária com quem viaja com criança, pois tudo tende a ser meio estressante. Mas a chave é esperar o melhor, mas se preparar pro pior! :-) Tenho certeza que sua viagem vai ótima, pois sendo de noite e com todo aquele barulho do motor do avião, seu Nicolas vai mesmo dormir como um anjo.E espero que todas as luzes e agitação no aeroporto sejam o suficiente pra mante-lo acordado ate a hora do voo!

      Muito boa sorte pra vocês nesta viagem e se tiver uma chance, volte pra contar como foi, ou deixar mais alguma dica.

      Abraços,

      Lu

      PS: Que belissima escolha do nome do seu filho! ;-)

  12. Muito obrigada pelas dicas. Vamos viajar de Portugal para Porto Alegre com a nossa Jessica, que tem quase 3 aninhos…

    Vamos no dia 21/07, estou um pouco ansiosa e as suasion dicas foram excelentes!!!

    Beijinhosssss

    Quelen

    • Que bom que você gostou das dicas Quelen! Que vocês façam uma ótima viagem até Porto Alegre!

      Muito obrigada pela visita,

      Abraços e boa sorte,

      Lu

  13. Adorei o post! Super completo! Eu tiva algumas experiencias bem legais. Fui para Tailandia com um filho com 6 e uma filha com 1 ano. Fomos via Dubai, de Emirates, que vc tambem usou. Tambem fui para os Estados Unidos com eles ainda menores. Sempre gostei de viajar, não sei se você chegou a ver no blog da Roberta que eu acabei de escrever um livro CRIANÇAS ABORDO – Como VIAJAR COM SEUS FILHOS SEM ENLOUQUECER, pois, pelo menos ao meu redor, a maioria dos pais tem medo, imagina que sou louca ou pelo menos gostaria de dicas. Enfim, o que eu quero é incentivar as pessoas a levar seus pequenos a sair por ai e conhecer o mundo porque adoro esta experiência!

    E acho super importante o que você falou no fim… mater a calma. TEm uma frase que é meu mantra: pior que criança chata, são pais chatos!!!

    beijos, vou ler os outros post!!

    Pati

    http://coisasdemae.wordpress.com

    • Oi Pati!

      Menina, você já é famosa! Quando você lançou seu livro todo blog que eu visitava falava dele. Que legal hein? E também li seu post sobre a viagem à Tailândia e fiquei morrendo de vontade de ir. A gente cogitou ir pra lá várias vezes quando morávamos na Australia, mas não deu. Quem sabe um dia? Com certeza quando eu for vou consultar suas dicas de novo. E na minha proxima viagem ao Brasil tambem vou procurar seu livro pra comprar (eu vi que da pra comprar online tb), afinal, por mais que tenhamos viajado com nossos pequenos, dicas nunca são demais.

      Beijos e muito sucesso pra você!

      Lu

  14. OI Luciana td bem?nossa adorei suas dicas de viagem eu e minha filha estamos querendo ir pro Brasil e estou em duvida em relaçao a viagem saio do japão ao brasil estava pensando em ir em rota via EUA acredto ser mais rápida mas lendo suas dicas estava querendo ir pela emirates pq minha maior preocupação e em relaçao a assistencia pq vou viajar sozinha so eu e minha filha que vai fazer 1 ano no fim desse mes meu marido nao vai poder ir…bjs parabens pelo blog

    • Oi Akemi!

      Realmente, pra quem viaja com criança, a Emirates costuma ser bem melhor que as outras… Acho que todas as dicas que eu poderia dar eu ja dei, mas como vc vai viajar sozinha, sugiro que vc viaje com o menor numero de bagagem possivel. No momento, estamos nós tres a caminho pro Brasil, mas na volta, vou voar um trecho somente eu e meu filho. E pra ir ensaiando, estou carregando desde ja somente uma bagagem de mao, contendo alimento, brinquedos, fraldas e uma muda de roupas. Tudo so pra ele. As minhas coisas, estou despachando todas! E outra coisa: opte por uma mochila pra colocar nas costas. Esse negocio de levar bolsa no ombro, enquanto o bebe vai no outro braco nao da… melhor ficar com os dois bracos livres.

      E no mais, estou torcendo por voce!

      • Pois e vai ser complicado estou pensando em ir por uma poko mais rapida que a emirates porque aqui pra mim antes de sair do japão ainda tem mais uma parada e verdade eu tbm to pensando na bagagem e vou usar o sling pra carregar ela quando nao der pra usar o carrinho muito obrigada pra vc tbm boa sorte bjs e obrigada pelo carinho se puder add no msn adoraria trocar mais informaçoes

  15. Oi !!
    Adorei suas dicas, muito valiosas!!
    Eu amo viajar e tenho um filho que vai completar 1 ano na semana que vem.
    Quando eu estava grávida de 6 meses, no ano passado fomos para o hawaii, e vou voltar para lá no ano que vem, com meu marido e meu filho que estará com 1 ano e meio. Estava preocupada em relação às horas de voo e por ser uma viagem bem cansativa saindo do Brasil. Depois de ler suas dicas acho q não vai ser tão complicado assim, vamos parar em los angeles ( 15 horas de voo com conexão no panamá…. não tem voo direto do Brasil), vamos descansar e passear por 4 dias e depois seguiremos para o hawaii !! É uma aventura, tomara que dê tudo certo, o baixinho já precisa se acostumar nesse ritmo, pois a mamãe adora subir em um avião.

  16. Oi Luciana, Adorei o post. Vou para o Havaí com minha filha de 7 meses e como, desde os 3 meses ela dorme a noite toda, estou MEGA preocupada com o fuso horário. Como foi com vc?

    Obrigada!

  17. Oi Roberta! Primeiro, que bom que sua filha já durma a noite toda!!!

    E sobre o fuso, não preocupa muito não que ela vai se adaptar, tenho certeza. A gente ja viajou pra diferentes fusos pelo menos umas 10 vezes desde que o Nic nasceu, incluindo a viagem de ida e volta da Australia ao Brasil, com 11 horas de diferença. Algumas vezes, não precisamos nenhum esforço pra ele se adaptar, e outras, demorou no maximo 3 dias. O que eu senti é que nas vezes que a gente chegou de dia no local era mais fácil distrai-lo e mante-lo ocupado ate a hora de dormir de noite. Qdo ja chegamos de noite era mais complicado, pois ele costumava dormir no aviao e chegando em casa so queria saber de brincar e nada de dormir. Já pra algumas pessoas, a experiencia é inversa…

    Mas a dica pra ela não trocar a noite pelo dia, é esquecer completamente a hora do Brasil e tentar adaptar toda a rotina ao Havai. Aproveitem bem a luz do sol pra passear e tente não deixar ela tirar sonecas muito longas de dia.

    To aqui lembrando que uma vez fizemos stopover em Dubai e todo dia o Nic acordava de madrugada pra brincar e ficava SUPER irritado exatamente às 15h, que coincidia com a hora que ele ia dormir na Australia. O turismo nos primeiros dias foram assim e terminavam sempre com a gente correndo pro hotel as 3 da tarde. Mas chegando la a gente tentava distrair ele o maximo possivel pra esticar o dia dele e no final de 3 dias ele ja tinha se adaptado…

    Então, boa sorte pra voces!

    Abraços,

    Lu

  18. Ola!
    Tenho uma duvida sobre passaporte. Sou casada com americano mas nunca fui ao seu País. Bem, temos uma filha nascida no Brasil mas com passaporte americano. Na verdade gostaria de saber se posso viajar somente com o passaporte americano?

    Grata,

    Samara Villar

    • Oi Samara, desculpe a demora pra responder, mas você talvez devesse contactar uma embaixada pra esclarecer sua duvida… Eu imagino que ela poderia sim viajar com o passaporte americano, mas ela talvez tenha restrições pra voltar ao pais, não? (afinal americano precisa de visto pra entrar no Brasil, estou certa?).

      Mas em todo caso, se ela é brasileira, acho que seria mais facil se ela tivesse seu passaporte brasileiro tambem… É o que eu faria no seu caso.

      Um grande abraço pra vc e obrigada pela visita.

    • Samara td bem li seu post sobre essa duvida de passaporte eu tenho dupla nacionalidade tenho japonesa e brasileira por ter nascido no brasil minha filha nasceu aqui no japão e ela tbm tem a dupla fiz o registro dela no cosulado brasileiro ela tem 2 passaportes no meu caso saio daqui do japao com o japones faço a escala e quando entro no br uso o brasileiro se vc caso não consiga entrar em contato com a embaixada pra tirar duvida vale perguntar nas agencias de viagem espero ter ajudado bjs

  19. Pingback: A viagem – com glossário « Nicolando por aí

  20. oi luciana parabensss pelo blog!!!! vou viajar cm meu filho final d novembro para o japão cm quase 1 aninho,e vou pela emirates…estou cm uma duvida…a agencia me disse que tenho q levar o bebe conforto e que é obrigatorio é verdade? pra mim vai ser mto dificil pq vou sozinha cm meu bebe!!me ajude!!desde já brigadão!!!bju

    • Oi Silvia,

      Não é obrigatório de jeito nenhum, a não ser que as regras tenham mudado… Mas a gente mesmo viajou com o Nicolas qdo ele tinha 5 meses e não levamos bebê conforto… Só uma coisa me vem à cabeça: seu bebê vai ter um assento só pra ele no avião? Se sim, de repente neste caso eles considerem mais seguro levar o bebê conforto, pois somente o cinto de segurança não seria capaz de prender uma criança tão pequena…

      Mas já que vc vai viajar sozinha e bagagem de mão é o que a gente menos precisa nestas horas, te sugiro dar uma olhadinha nesse produto aqui:

      http://www.kidsflysafe.com/

      É um cinto de segurança desenvolvido pra crianças em avião e não ocupa espaço… Não sei quanto tempo leva pra chegar, mas vale a pena pesquisar. No mais, dá uma olhada nos termos de segurança da página da Emirates pra confirmar esta história…

      Bom, boa sorte com tudo e boa viagem!

      Lu

  21. oii LU brigadinhoo por resp. rapidinho!!! então vou procurar onde vende…. e sobre o assento vou comprar um pra ele sim,pq acho mais confortavel ainda mais q ele nw para rsrsrs!!!que lugar vc acha melhor eu pegar pra sentar cm ele? afinal fikei sabendo q os assentos da saida d emergencia nw levantam o encosto s braço né…ai q duvida…bjinhuuuu

    • Pois é Silvia, essa é a grande desvantagem desses assentos perto das saidas de emergência.

      Então duas coisas. 1) se vc for levar o bebê conforto, melhor optar pelo assento com mais espaço na frente, pois no final das contas não vai fazer muita diferença se os braços levantam ou não, e dai vc vai ter mais espaço pra bolsa e pra levantar (ja que o bebê conforto ocupa bastante espaço).

      2) Mas se vc for viajar com seu bebê sentado diretamente na poltrona, acho que mais vale ter um assento com braços móveis, pois daí ele pode deitar no seu colo e tal, e ainda colocar sua bolsa debaixo do assento pra ficar mais acessivel.

      E se vc não souber ainda como vai viajar, opte pelos assentos com braços móveis, mas o mais proximo possivel da saída e do banheiro.

      Espero ter ajudado!

      Beijos

  22. oii lu então vc tem me ajudado mtooo!!!estou tentando entrar em contato cm a emirates pra saber se o bebê conforto q eu tenho entra nas normas…o pior é q ninguem me resp. ja ate liguei lá e nw atenderam akredita! tenho medo de levar o bb conforto e nw passar na hra do chekin e eles colokarem meu filhote no bercinho apesar q eu vou pagar o assento pra ele,vc acha possivel mesmo eu pagando assento e se a cadeirinha nw passar la na hra sera q eles nw deixam o meu bb fikar na poltrona? bjokasssss

    • Oi Silvia, que chato eles não estarem atendendo. Realmente é necessário registrar que tipo de bebê conforto vc está levando, pois usualmente isso não pode ser feito na hora do check-in, e sim pelo menos 24h antes. Mas colocar no bercinho eles não vão te obrigar não, mesmo porque o bercinho não pode ser usado pra decolagem, aterrissagem ou turbulência. Na pior das hipóteses seu bebê vai ficar no seu colo usando o cinto que eles dão nestas horas e no resto do voo ele fica no assento. Acho que não vai ter problema não… (dá uma olhada na foto deste post que eles tiraram. O Nic ali não tinha nem 6 meses ainda e como o voo estava vazio, conseguimos o assento pra ele de graça e ele só veio pro nosso colo em momentos de turbulencia ou qdo ficava muito desconfortavel, afinal ele mal sentava sozinho).

      Mas relaxa. Vai dar tudo certo. Normalmente, são nos voos que a gente mais preocupa que as coisas fluem melhor, vc vai ver!

      Beijos e boa sorte

  23. olha eu denovoo rsrsrs!!então eles me resp. e me informaram q se o meu filhotinho fikar sentado firme nw tem necessidade do bebê conforto!! ainda bem né, mas mesmo assim vou levar o bb conforto!!! luu obrigadãoo ta!!bjuuuuuuuu ah e vou sempre acompanhar vcs ta!!!

  24. Sou vovó de um lindo gatoto de um ano e cinco meses,e vamos agora em março para Austália,pois meu genro tem uma irmã que mora la em (não lembro o nome 0 começa com M acho,e adorei sua sugestões,espero que ele curta e não sofra na viagem .

    • Ô… que legal receber um comentário de uma vovó que vai acompanhar seu netinho numa viagem pra Australia! Adorei! Será que vcs vão pra Melbourne? Se for, lá é lindo!

      Então, só tenho que desejar muito boa viagem! Tenho certeza que ele vai se comportar muito bem, pois não há nada melhor nesse mundo que o colinho da vovó e ele com certeza sabe disso!

      Aproveitem bastante e obrigada pela visita!

      Beijos

  25. Nossaa! É bem complicado viajar com bebe ou crianca menor q 2 anos hein??!!
    Eu vou com o meu pro brasil em breve, ele nasceu no japao….e iremos embora pro BR!! Vai só eu e ele..o papai vai ficar aqui =/ .Ele ta com 1 ano e 7 meses…terrivel, nao para 1 segundo…
    e qdo ta no meio de estranhos, ele estranha e chora mtooo….vou ter que me esforcar mto pra entreter ele…
    a viagem dura quase 2 dias. Aff!!
    Bjusss e ate maiss

    • Oi Danielle querida… estarei torcendo MUITO por você, viu? 2 dias de viagem com criança nessa idade, tem que ter muita paciência, energia, disposição, um acervo elaborado de distração pra ele e acima de tudo – SORTE! Sim, porque, as vezes a gente se preocupa tanto, se prepara, sofre e no final das contas eles dormem grande parte da viagem… ou se comportam muito melhor que esperavamos… Vamos torcer, né? Beijos querida!

  26. Adorei as dicas… Nossa estou viajando com meu bebe de 23 meses agora no meio de Marco de Miami para Fortaleza, primeira parte do voo sao 4 hrs com parada em manaus de 3 horas, depois mais 3 ou 4 hrs para chegar a fortaleza, so nos 2, e estou ansiosa e com medo, pois ele toma muito leite porem sei q posso conseguir agua para o leite em po ( ele nunca tomou, ja vou testando o gosto dele desde ja) entao levo so so po, biscoitinhos, e outras coisas mais, acho q o dvd portatil e papaeis com giz, seram a salvacao ne? Ja que quando ele comecar a se irritar estaremos em terra outra vez e dai vamos caminhar o aeroporto todo ate a outro voo… Assim quem sabe ele dorme e eu tbem!! Sobre liquidos, nao vou levar sucos e nem nada, apenas agua e leite em po, o resto biscoitinhos, papinhas organicas de frutas enfim coisas praticas… E realmente a cadeirinha eh uma mao na roda, mas nao dou conta de levar mala, cadeirinha e ele… eh demais pra mim e sem contar q eh uma viagem de urgencia entao o $$ ta curto…. Pelo menos a volta sera um voo direto Sao Paulo a Miami e noturno, ja eh mais tranquilo…

  27. Lu,

    Excelente post, obrigada! Nossa, vou seguir várias dicas tuas.

    Estou preparando minha primeira viagem ao Brasil com o Max e tenho uma dúvida lá no blog. Se tiver um tempinho, vc poderia passar por lá e me ajudar?

    Linkei teu post ao meu tá?

    Beijinhos e obrigada,

    Van

    http://www.coisasminhas.com/2011/02/viajar-de-aviao-com-um-bebe-os.html

  28. oi Luciana, adorei o seu post, será de muita ajuda para mim,moro na alemanha e estou organizando a minha viagem para o brasil,vamos eu meu marido e meu filho de 2 anos e meio….a minha dúvida é: posso levar o carrinho de bebê no aviao???

    • Oi Josy!

      Até dentro do avião não, mas até a porta sim. De lá eles guardam o carrinho pra você junto com as malas e quando você desembarcar encontrará o carrinho perto da porta te esperando. Bom, pelo menos funciona assim na maioria das companhias aéreas. Pra ter certeza, melhor dar uma ligada pra eles ou procurar informação no site.

      E boa viagem!

  29. Luciana, adorei seu blog.
    Vou em Setembro pra NZ com meus filhos – Caetano 4 anos e Olivia 10 meses (em set). Ja li muuuito mesmo, varios blogs, mas restaram-me algumas duvidas.
    - vc ja viajou pela Lan? Queria a opiniao de alguem que viajou com bercinho com bbs de 10 meses – imagino que beeem proxima dos 10kg..rsrs
    - posso levar um potinho pequenininho com detergente pra lavar as mamadeiras? passa pelo controle de seguranca??
    - a Olivia AMA aqueles biscoitos de polvilho, agua e sal, pois esta nascendo dentinhos e ela esfrega, esfrega… sera que posso levar, considerando que sao feitos em padaria, sem rotulo, meio caseiros..
    - A danadinha da D. Olivia nao gosta do leite em po… mas ja liguei na Lan e eles disseram que podem fornecer o leite comum que todo mundo toma. Vc ja passou por situacao parecida? Sugestoes, please.. rsrs
    Beijos e obrigada!!

  30. Oi Denise!

    Não, eu nunca viajei pela LAN, só quando não tinha criança e ainda não reparava nessas coisas… rsrs Inclusive a unica vez que fui pela LAN foi também pra NZ! :) Mas então, não sei te falar como o bercinho deles é… Mas se vc vai viajar com um de 4 também, tem que pensar o que é melhor: sentar na primeira fila e ter o bercinho, mas perder a liberdade de mover os braços dos assentos, ou sentar numa outra fileira e ter esse conforto pro maior (que pode ter mais espaço pra dormir).

    - Bom, eu sempre viajei com potinho pequeno de detergente (menor de 100ml) e costumava levar pedacinhos de tortas salgadas caseiras e sanduiches e nunca tive problemas. Então acho difícil vc ter problemas com os biscoitos de polvilho… Acho que a American Airlines é que é mais chata com isso, não sei a LAN…
    - E se a Olivia não gosta de leite em pó, o que ela toma normalmente? Ela já toma leite de vaca? Por que é esse o tipo de leite que eles servem no avião. Se ela não tiver problema com isso, bom, mas se sim, sugiro a você levar o leite que ela toma e pedir pra colocar na geladeira assim que entrar no avião. Eles em geral não criam problema com mamadeiras de crianças. Eu mesma levava uma garrafa com água e uma com suco e sempre passei pala segurança. O negocio é explicar que aquele leite é o unico que ela toma…

    No mais, muito boa sorte e ótima viagem pra vocês!

    Beijos!

    Lu

  31. Obrigada viu Lu!!
    Vou arriscar reservar a primeira fileira pra nós todos, na esperança de termos um avião não tão cheio, por ser setembro.
    Ah, ótimo poder levar o detergente e o biscoitinho.. rsrs.. A Olivia mama leite de vaca sim. Acho que nao vou ter problemas nao, mas vou levar o leite ninho, vai que dá certo. E como o destino na NZ é casa dos in-laws, aí fico bem mais tranquila quanto à bagagem..
    Obrigada!! se aparecer mais duvidas, te peço ajuda novamente.
    Bjosss
    Denise

  32. Oi Luciana:
    muito obrigada pelas dicas que vc colocou aqui, eu estarei viajando em outubro com Sofia, que tera 2 anos, desde Peru ate Australia, vamos nos sozinhas pois meu esposo que tb ‘e brasileiro teve que viajar antes q nos, o nosso roteiro e diferente, desde Lima ate Chile duas horas aprox, ficamos depois esperando umas 5 horas en chile ate sair o voo ate Sydney, q demora entre 18- 20 horas..
    eu confesso, morro de medo nessa viagem, sobre todo porq Sofia ;e um pouco hiperativa, na ultima viagem de Lima-Brasilia, so com 5 horas de voo, ficou muito angustiada, e chegou uma hora q o capitan do voo teve q carregar minha filha para ela acalmar…o meu maior medo e q ela nao fique queta no aviao, mais quando tem o sinal de alerta..e sim, ela nao dorme facilmente…
    mas sabe, seu blog me deu mais forcas!! eu posso conseguir, ate pensei levar minha mae ate chile para me despedir la, mas ainda nao sei….

    um beijo grande para vc e Nic!!

    Giselle

    • Giselle, imagino que vc já deve ter viajado ou está em vias de viajar, né? Eu acho que essas viagens de avião com criança sempre carregam uma certa tensão, não é? O segredo é tentar relaxar e fazer o possivel pra sua filha se sentir bem, tentando levar sempre coisas familiares pra ela, como o travesseiro e talvez o ursinho preferido. Se a gente se acalma, a tendencia é que elas se acalmem também. Mas boa sorte com tudo e otima estadia na Australia!

      Beijos!

      • Oi Luciana! so agora q vi sua resposta.rsrsrrs, entao a viagem foi boa, muito cansativa mas levei tudo o recomendado e deixei os doces so para a hora de colocar o cinto de seguranza, pois isso sim a Sofia nao gosta. Ja estamos quase 4 meses aqui..estamos bem, a adaptacao da sofia esta sendo um tanto dificil pela diferencia de linguas..mas isso ‘e outro assunto pelo qual escribirei para vc e pedirei suas sugestoes..sempre acompanho seu blog, agora estamos na etapa de desfralde tb e leio suas dicas, muito boas!!. Um grande beijo e continue sempre ajudando a maes longe de casa..nos agradecemos!

  33. adorei as dicas vou viajar de aviao pela primeira vez com meu marido e nossa filha de apenas 7 meses.

  34. Pingback: Nicolando Por Aí « Viver no Canadá

  35. Ola Luciana,adorei conhece la a si e sua linda familia,sou de portugal,cidade de lisboa,tenho 2 filhos um deles bebé com 17 meses,estou a preparar uma mudança muito grande vamos embora daqui a uns meses para australia,queremos o melhor para nós e para as crianças,amei as suas dicas de viajar com bebés e o que fazer com eles,se possa me envie mais coisas,as suas viagens,e as suas historias.
    um abraço grande para tod

    • Oi Ana, obrigada pela visita! Essas mudanças grandes sempre dão um frio na barriga, mas no final dá tudo certo, você vai ver! A gente também fez uma mudança grande da Australia pro Canada. Na época só tinhamos o Nicolas com 18 meses, e como saímos de uma cidade pequena e tranquila da Australia, pra uma grande e barulhenta (Vancouver, downtown), ele custou a se adaptar e por vários meses teve o sono muito agitado e interrompido. Depois nos mudamos pra uma cidade pequena, estabelecemos nova rotina e tudo mudou. Espero que tudo tudo corra bem pra vocês.

      Se quiser ler mais sobre nossas aventuras, você pode investigar os posts na barra lateral do blog, onde diz viagens pelo mundo. Esse abaixo em especial reune os principais lugares que visitamos em 43 dias de viagem antes de sair da Australia.

      http://nicolandoporai.wordpress.com/2010/04/03/watch-out-familia-viajando/

      Os outros na mesma categoria são de outras partes, especialmente WA, onde moramos.

      E você, pra onde vai na Australia?

      Beijos e muita boa sorte com tudo!

      Lu

      _______________

      Suelen, obrigada por sua visita! Espero que sua viagem tenha sido ótima! Nunca vou esquecer minha primeira viagem de avião, eu adorei! :D

  36. Ola!!Luciana!!Legal as dicas,eu do indo c/ o meu filho de 5 anos p/ o Japao,ele ja andou de aviao p/ dormir nao teve problema mais vai ser a primeira vez uma viajem tao longa e ele è inquieto,vou pela Tam/Ana via Londres,pois o meu marido nao conseguiu,via Dubai.Ja to vendo o que levar p/ distrair c/ ele pelo que vi a Tam nao tem muita coisa p/ distrair os pimpolhos ne.E varei mesmo o check-in pela net,boa dica.Eu ja fui p/ Australia,Hawai,Guam.NY, e Las vegas s/ o filhao ne.Muito bom e nas viajem vi que as criancas nao teram muito trabalho p/ os pais nao.Boa sorte p/ vcs.By

    • Oi Meire! Eu não sei como são os voos internacionais da TAM, mas vou torcer por voces! Seu filho pode ser agitado, mas muitas vezes aquele barulho do motor e o frio do ar condicionado acalmam as crianças… quem sabe? E não deixa de levar alguma coisa pra ele assistir num ipod, no celular, coisas pra ele se distrair (comidinhas também valem!) e talvez um travesseiro ou um brinquedo que ele goste de dormir com ele.

      Beijos e boa sorte!

  37. Oi Luciana , Tudo bem, primeiramente gostaria de parabenizar-te pelo lindo blog que criaste, irei viajar com meu Luís em Dezembro de Portugal para o Brasil e meu bebé estará com 8 meses e meio, mas ainda estou com muiot receio.

    Beijinhos Fofos…. Tudo de bom

    • Oi Mary, muito obrigada pelo carinho! Que vocês façam uma boa viagem. Em geral, as viagens com as quais eu me preocupei mais, foram as mais tranquilas! Torço por vocês!

      Beijos,

      Lu

  38. ADOREI SUAS DICAS,POIS ESTOU PENSANDO EM VIAJAR COM O MEU PIMPOLHO DE 1 ANO E MEIO E MINHA FILHOTA DE 10 ANOS,SERÁ NOSSA PRIMEIRA VIAGEM DE AVIÃO,MAIS SUAS DICAS MIM ACALMARAM BASTANTE…SE DEUS QUIZER FAREMOS UMA VIAGEM TRANQUILA!

    BEIJOS…TUDO DE BOM..

  39. Olá, gostei muito das suas dicas, mas confesso que ainda estou insegura. Vou para a Disney com meu filho de 3 anos, pela UNITED e gostaria de levar a cadeira do carro. Liguei para eles para me informar a respeito, aqui no Brasil, e a atendente disse que está tudo bem. Mas temo ter surpresas na hora do embarque. Vc já passou por esta situação?

  40. Pingback: Quando viajar com crianças é só uma questão de perspectiva |

  41. adorei suas dicas. vou fazer uma viajem da belgica para brasil; com 2 bebes rsrsr um de 10 meses e outras de 2 anos.. nossa estou desesperada sem saber o q fazer , pq meus filhos sao super eletricos. è a primeira vez q faço voo com eles…. mais valeu suas dicas

  42. Meu Deus!!! Encontrei seu blog hj e estou MORRENDO de rir…A parte que diz q seu filho que tinha refluxo (assim como o meu tinha com 5 meses) só dormia ao som de falamansa com vc dançando….GENTE!!!Para tudo!!! O meu era A MESMA COISAAAA!!! kkkkk
    JURO…Ficava dançando pela casa ao som de forró para ele dormir e achava que era a única….ahahahahahah..Bjosss

    • Juraaaaaaaa? Nao acredito!!! Minha alma gêmea materna!! Hahahaha Tambem nunca ouvi falar de ninguém mais que passou por isso! Alias, toda vez que conto, o povo ri, ou me olha com cara de “ta exagerando”. Mas era sempre, Mylena, ate de madrugada, qdo ele acordava, tinha que botar o forró e dançar! Cadê animo pra isso no meio da noite, menina? Hahaha

      Dá cá um abraço, dá!!! :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 515 outros seguidores